Temperatura passa de 34ºC; umidade abaixo de 30%. Sexta será de ‘trégua’

Tempo deve dar uma trégua nesta sexta, 13, mas começa a esquentar novamente a partir do sábado, 14

 

PAULO QUARESMA – DO CORREIO INDEPENDENTE * – As temperaturas podem beirar os 35ºC em São Paulo e partes da Região Metropolitana (ao todo, 39 municípios), e chegar aos 38ºC nas regiões das cidades de Ribeirão Preto, Araçatuba, Presidente Prudente e Marília, nesta quarta-feira (11/09). O alerta é da Defesa Civil do Estado de São Paulo, que orienta as pessoas a evitarem exercícios físicos ao ar livre entre as 11h e 17h e outras recomendações.

A situação permanece assim até pelo menos o fim da noite desta quinta-feira (12/09), com a chegada de uma frente fria, que pode trazer vendavais e chuva (leia mais abaixo).

E com essas altas temperaturas, a umidade do ar deve atingir valores críticos, abaixo dos 30%, segundo informações do Centro de Gerenciamento de Emergências (CGE) da Prefeitura de São Paulo. A alta nos termômetros surpreende porque ainda é inverno, quando a temperatura é mais amena, ainda não acabou. Vale destacar que a Primavera começa apenas daqui a 11 dias, exatamente às 4h50 do próximo dia 23, uma segunda-feira.

E ainda falando de Primavera, nesta estação, o clima é mais ameno, ou seja, não tão quente quanto no Verão, e nem muito frio como no Inverno.

 

Baixa umidade do ar

Segundo a Defesa Civil do Estado, a unidade do ar já baixou para 20% nos municípios paulistas de Borborema, Americana, Cordeirópolis, Campinas, Palmital, Altinópolis, Piracaia, Pindorama, Mirassol, Santa Fé do Sul, Corumbatai, Mococa, Tambaú, Patrocínio Paulista, Nuporanga, Cássia dos Coqueiros, Colina, Brodowski, Monte Azul Paulista, Paulo de Faria, José Bonifácio, Jales, Ituverava, Itapira, Ibitinga, Dracena, Pradópolis, Presidente Prudente, Valparaíso, Votuporanga, São José do Rio Preto, Ribeirão Preto, Ariranha, Barra Bonita, Barretos, Barueri, Bebedouro e Casa Grande.

As recomendações da Defesa Civil em casos de ondas de calor e pouca umidade do ar incluem evitar realizar exercícios físicos ao ar livre nos momentos mais quentes do dia (11h às 17h); permanecer em locais protegidos do sol; evitar sair ao ar livre sem proteção solar; usar soro fisiológico nos olhos e narinas e umidificar o ambiente.

Já o alerta do CGE é que o tempo seco e estável dificulta a dispersão de poluentes e favorece a formação de queimadas, o que prejudica a qualidade do ar nos grandes centros urbanos. No final do dia, ainda segundo o órgão, a chegada da brisa marítima ajuda a melhorar os índices de umidade, no entanto, não há condições para chuva.

Próximos dias

Segundo previsão do CGE, há um bloqueio atmosférico, provocado pela massa de ar seco que predomina sobre o interior do país, que impede que os sistemas frontais cheguem ao litoral paulista com força para provocar chuvas generalizadas. Apesar disso, a propagação de uma frente fria fraca pelo oceano deve amenizar um pouco o tempo seco e o calor no final da semana.

Nesta quarta-feira (11/09), os termômetros em Mogi das Cruzes – cidade do Alto Tietê, região que ocupa a porção leste da Grande São Paulo, deve chegar aos 33ºC.

Na quinta (12/09), passa dos 34ºC, mas no final do dia uma frente fria de fraca atividade se propaga afastada da costa, provocando mais nebulosidade e rajadas de vento do que chuva em toda a Grande São Paulo.

Na sexta-feira (13/09), com a passagem de uma frente fria, os ventos úmidos que passam a soprar do oceano podem causar nebulosidade e chuviscos, principalmente durante a madrugada e à noite. O dia começa nublado, com aberturas de sol à  tarde, e a máxima despencando para apenas 21ºC – ou seja, 13ºC a menos que no dia anterior, quinta-feira. Nessa sexta também pode garoar de manhã e à noite.

No sábado (14/09) os termômetros já sobem para 25ºC, no domingo (15/09) para 29ºC e nos dias sequentes acima dos 30ºC.

 

*Com Defesa Civil do Estado de São Paulo, CGE/Capital e Agência Brasil