Taxa de isolamento fica em 55% no Estado de São Paulo. Capital tem 57%

Percentual é o mínimo para reduzir propagação do novo Coronavírus

 

DE SÃO PAULO – O percentual de isolamento social no estado de São Paulo foi de 55% neste domingo (24/05), informou o Sistema de Monitoramento Inteligente (SIMI-SP) do governo estadual. A central de inteligência analisa os dados de telefonia móvel para indicar tendências de deslocamento e apontar a eficácia das medidas de isolamento social.

“Ontem registramos 55% de isolamento social no estado de São Paulo. Na capital, o índice foi de 57%. Parabéns à população que, ao ficar em casa, está ajudando a salvar vidas. A manutenção desses números é importante para reduzir o contágio e frear o avanço do coronavírus no estado”, disse o governador João Doria, que se manifestou na rede social Twitter.

Segundo estimativa do Estado, a taxa mínima para diminuir a propagação do novo coronavírus e evitar um colapso no sistema de saúde é 55%. A ideal seria acima de 70%.

No último sábado (23/05), a taxa de isolamento social no estado foi de 51% e, no sábado anterior (16/05), de 50%. No domingo anterior (17/05), a taxa chegou a 54%. Na Capital paulista, o percentual ficou em 56% no domingo anterior, em 53% no último sábado (23/05) e em 52% no sábado anterior (17/05).

O sistema é atualizado diariamente para incluir informações de municípios e pode ser acessado no site http://www.saopaulo.sp.gov.br/coronavirus/isolamento.

Antecipação de feriados

A Prefeitura de São Paulo antecipou os feriados de Corpus Christi e da Consciência Negra para quarta-feira (20/05) e quinta-feira (21/05) passadas e concedeu ponto facultativo na sexta-feira (22/05) para tentar aumentar a adesão à quarentena na cidade.

Vale lembrar que em várias regiões, incluindo o ABC Paulista e o Alto Tietê, tiveram a sexta-feira (22/05) como feriado, antecipando o Corpus Christi, que seria celebrado em 11 de junho. No Alto Tietê,8 das dez cidades anteciparam o feriado religioso: Mogi das Cruzes, Suzano, Itaquaquecetuba, Ferraz de Vasconcelos, Guararema, Poá, Salesópolis e Santa Isabel fizeram isso, apenas Arujá e Biritiba Mirim não anteciparam o feriado.

O governo estadual também conseguiu que os deputados estaduais aprovassem o projeto que antecipou o feriado da Revolução Constitucionalista, celebrado em 9 de julho, para esta segunda-feira (25/04) em todo o território paulista, criando um megaferiado estendido.

Foto: Rovena Rosa / Agência Brasil