Suzano: músicos mineiro e paulista levam troféus de ‘melhor intérprete’ e ‘melhor canção’

 

DE SUZANO – O Teatro Municipal Dr. Armando de Ré recebeu na noite deste sábado (12/10) os 12 músicos que foram selecionados para a “Mostra da Canção Suzano”. Além das apresentações das obras, houve a entrega de troféus para “melhor intérprete” e “melhor canção”, decididos pelo corpo de jurados. Lô Vieira, compositor de São Sebastião do Paraíso (MG), que interpretou “Canção”, ficou com o primeiro, e Eduardo Santhana, da capital paulista, levou o segundo, com “Brumas”.

O evento começou por volta das 19h30. O cerimonial foi aberto com a apresentação dos três jurados: o diretor da Rede Brasil Atual, Colibri Vitta, a sambista Wal Serra e o músico Vitor Pavan. Os três saudaram os participantes e elogiaram a organização do evento e ressaltaram a alta qualidade das músicas inscritas e selecionadas.

O secretário de Cultura de Suzano, Geraldo Garippo, falou em seguida sobre a importância de uma mostra musical no município e a respeito da valorização da cultura brasileira. “Suzano é um reduto de muitos artistas, muitos músicos. Apesar da dificuldade de se chegar à grande massa, essas figuras das artes em nossa cidade contribuem para a continuidade da qualidade musical que temos aqui e no Brasil”, disse.

Os jurados, que tinham por missão selecionar os melhores concorrentes em duas categorias, foram colocados numa mesa, próximo à plateia. Com a última canção interpretada, eles foram levados para um dos camarins do teatro e ali discutiram sobre cada uma das apresentações.

Após a discussão, os artistas eram chamados um a um para palco, recebendo da mão dos jurados e do secretário de Cultura o certificado de participação. O resultado final foi anunciado em seguida, consagrando Lô Vieira como “melhor intérprete” e Eduardo Santhana com a “melhor canção”.

Fotos: Irineu Junior/Secop Suzano