Simulação de acidente no Largo do Carmo, em Mogi, mostra riscos de imprudência durante Semana Nacional de Trânsito

 

DE MOGI DAS CRUZES – Para expor os riscos de dirigir embriagado, falando ao celular ou desatento aos sinais de trânsito, a Secretaria Municipal de Transportes, em conjunto com outros equipamentos como Corpo de Bombeiros e Serviço de Atendimento Móvel de Urgências (Samu) , promoveu, na manhã desta sexta-feira (20/09), um simulado de acidente de trânsito no centro de Mogi das Cruzes. A ideia partiu do Comitê de Segurança Viária e faz parte da programação da Semana Nacional de Trânsito.

O objetivo da simulação foi conscientizar as pessoas e envolvê-las em uma série de atividades em prol de um trânsito mais humano e seguro. Realizado no cruzamento das ruas Otto Unger com Dr. Corrêa – bem em frente ao Largo do Carmo, o simulado também buscou incitar a reflexão sobre a responsabilidade de cada um, seja condutor ou pedestre.

Para a realização do simulado, foram disponibilizados cerca de 40 profissionais entre bombeiros, agentes de trânsito e técnicos do Samu. A ação contou com a participação 16 “vítimas”, interpretadas por figurantes, que foram posicionadas em pontos diversos de um acidente fictício envolvendo uma Van escolar, uma motocicleta e um carro. Um dos veículos foi tombado na Otto Unger.

O secretário municipal de Transportes, José Luiz Freire de Almeida, explicou o objetivo do simulado ter sido realizado em via pública. “Trata-se de um estímulo a todos os condutores. Esse simulado é o retrato de uma realidade, um acidente como este pode ser resultado de imprudência, imperícia, embriagues e o uso do celular enquanto dirige”, explicou.

O secretário também informou que, todos os anos, cerca de 38 mil pessoas morrem no Brasil por conta de acidentes de trânsito. “É fundamental ressaltar a importância de respeitarmos as regras de trânsito porque somente desta forma poderemos amenizar os impactos de mortalidade por acidente no trânsito”, acrescentou.

Como a maioria dos motoristas não sabiam do simulado, houve muita lentidão em ruas próximas durante a duração do simulado.

Fotos: Vinicius Santana/PMMC (ao alto) e Mori Eventos/Divulgação (acima)