Secretaria da Saúde do Estado de São Paulo apela por doadores de sangue

A manutenção do estoque é fundamental para a realização de cirurgias, por exemplo

 

DE SÃO PAULO – A Secretaria da Saúde do Estado de São Paulo faz um apelo para incentivar doações de sangue, já que os bancos estão operando com apenas 40% da reserva necessária para atendimento de mais de 100 instituições de saúde da rede pública.

A manutenção do estoque é fundamental para a realização de cirurgias, por exemplo. Os sangues do tipo O+, O-, A- e B- estão em estado de emergência, ou seja, garantem o abastecimento por apenas um dia.

“Pedimos apoio às pessoas para que doem sangue sempre que puderem e, especialmente, neste momento. A doação de sangue é segura e fundamental para ajudar a salvar vidas. É importante salientar que postos de coleta não oferecem riscos”, enfatiza o Secretário de Estado de Saúde, José Henrique Germann.

Para doar basta estar em boas condições de saúde e alimentado, ter entre 16 e 69 anos (para menores de idade, consultar o site da Pró-Sangue), pesar mais de 50 kg e levar documento de identidade original com foto recente, que permita a identificação do candidato.

Recomenda-se também evitar alimentos gordurosos nas 4 horas que antecedem a doação e, no caso de bebidas alcoólicas, 12 horas antes. Se a pessoa estiver com gripe ou resfriado, não deve doar temporariamente. Mesmo que tenha se recuperado, deve aguardar uma semana para que esteja novamente apta à doação. É realizada uma entrevista de triagem, no dia da doação. Devido ao novo Coronavírus, há alguns impedimentos, que podem ser consultados a seguir.

No site da Pró-Sangue é possível saber os pré-requisitos básicos para doar. A dica é doar durante a semana, de segunda a sexta, pois o atendimento é mais rápido. Para horário de funcionamento dos postos de coleta acesse www.prosangue.sp.gov.br ou ligue para o Alô Pró-Sangue: (11) 4573-7800.

Os endereços dos postos de coleta em demais regiões de São Paulo podem ser consultados em www.saude.sp.gov.br.

No Alto Tietê

Quem mora em uma das cidades do Alto Tietê pode optar pela doação local. E há pelo menos duas opções, em Mogi e Suzano. O Banco de Sangue de Mogi das Cruzes funciona dentro da Santa Casa da cidade, na Rua Barão de Jaceguai, 1.148, no Centro, e atende é de segunda a sexta-feira, das 7h30 às 12h. O telefone é o (11) 4799-2892}.

Já o Banco de Sangue de Suzano também funciona dentro da Santa Casa daquela cidade, na Avenida Antônio Marques Figueira, 1.861, telefone 4752-9999. O atendimento é realizado de segunda a sexta-feira, das 8 às 15 horas, e aos sábados, das 8 às 12 horas. É importante que o doador tenha em mãos um documento original com foto, já os menores de idade devem estar acompanhados dos pais.

O que você deve saber antes de doar sangue

O doador ideal é uma pessoa saudável como você, para que não haja possibilidade de transmissão de moléstia. Uma doação de sangue coletada dentro das normas pré-estabelecidas nunca prejudicará o doador, ao passo que pode salvar a vida de quem necessita.

A doação de sangue não obriga doações subseqüentes;

  • Não causa prejuízo a saúde;
  • Não afina nem engrossa o sangue;
  • Não engorda;
  • Todo material utilizado na coleta do sangue é descartável, garantindo a segurança do doador;
  • O volume doado é imediatamente compensado pelo seu organismo;
  • Seu sangue não será comercializado. O que custa ao paciente que recebe o sangue é o processamento do sangue, ou seja, despesas de coleta, materiais e equipamentos, classificação do sangue ABO e Rh, pesquisa de anticorpos séricos e exames atualizados para exclusão de Hepatite B, Chagas, Sífilis, Hepatite C, anemias hereditárias e AIDS. Para uma transfusão segura é necessária também uma série de outros procedimentos médicos e laboratoriais que a oneram;
  • Você não terá qualquer ônus com a sua doação;
  • Por ocasião de sua doação de sangue será feita verificação de sua pulsação, temperatura, pressão e dosagem de hemoglobina (teste de anemia).

Doação de sangue e Covid-19

O novo coronavírus foi incluído pelo Ministério da Saúde nos critérios de triagem. No momento, não podem doar os seguintes perfis:

  • – candidatos procedentes de regiões com transmissão local são considerados inaptos por 30 dias, após retorno destas áreas.
    – candidatos que tiveram contato nos últimos 30 dias com pessoas que apresentaram infecção confirmada pelo Covid-19 ou casos suspeitos dessa doença são considerados inaptos por 30 dias, após o último contato com essas pessoas;
    – candidatos que apresentaram infecção pelo Covid-19 são considerados inaptos por um período de 90 dias, após recuperação clínica completa (assintomáticos);
    – candidatos que tiveram contato próximo com pessoas que vieram de regiões com casos autóctones podem doar após 14 dias do contato, desde que assintomáticos.

Polícia Militar se mobiliza para suprir estoque de Banco de Sangue

Alunos da Escola Superior de Soldados se mobilizam para doar sangue durante três dias, a partir do dia 18 de março, com objetivo de suprir o estoque e garantir a manutenção dos atendimentos médicos de emergências. A previsão é de 180 doações.

 

As coletas serão feitas das 8h30 às 12h.

Serão mais de 180 doações, das 8h30 às 12h.

Informações: Centro de Comunicação Social da Polícia Militar – (11) 3327-7063 e Escola Superior de Soldados – (11) 3540-0042.

A Escola de Soldados fica na Av. Dr. Felipe Pinel, 2.859 – Pirituba, São Paulo.