Santa Casa de Mogi amanhece com fila imensa para ortopedia/fisioterapia

PAULO QUARESMA – DO CORREIO INDEPENDENTE – Uma cena atípica foi vista desde as primeiras horas da manhã desta segunda-feira (04/11), na frente da Santa Casa de Misericórdia de Mogi das Cruzes, na área central da cidade. Tudo para inscrições aos serviços de ortopedia e fisioterapia.

Uma fila imensa, que começava na portaria central, tomou toda a calçada da Rua Barão de Jaceguai, passando pela frente do estacionamento e entrada do Pronto-Socorro, indo até a lateral do prédio da Policlínica da Universidade de Mogi das Cruzes (UMC), na esquina da Barão com a Rua Dom Antônio Cândido de Alvarenga. As filas, segundo os pacientes, começaram por volta das 5h30.

Os pacientes dizem que têm que passar primeiro por um ortopedista para serem encaminhados, posteriormente, à fisioterapia.

Quem costuma ir à Santa Casa diz nunca ter visto fila tão grande, embora no passado, quando esse serviço tinha atendimento nos fundos do hospital, na Rua Coronel Souza Franco, havia grandes filas. “Cheguei as 7h, para acompanhar minha vizinha, que mora sozinha, mas passo sempre por aqui, e nunca vi nada igual. Até as ambulâncias que entram e estacionam em frente a portaria do Pronto-Socorro hoje estão com dificuldades”, disse Argélia Maria Fontes, 49 anos, moradora do Rodeio.

Em uma lanchonete em frente, um auxiliar de escritório, que preferiu não se identificar, disse que todos os dias toma um lanche pela manhã nesse estabelecimento e nunca tinha visto tanta gente na fila para as especialidades. “Caramba, imagino o sufoco que esse pessoal está passando, pois o dia já começou quente e quando o sol apareceu o calor aumentou muito mais, e a maioria está do lado de fora e debaixo desse sol”, comentou.

A Santa Casa informou que as vagas para ortopedia e fisioterapia estavam disponíveis aos pacientes desde a sexta-feira (1º/11), mas justifica que todos resolveram vir ao mesmo tempo nesta segunda, o que gerou a confusão.

Pelas redes sociais, muitos mogianos dispararam críticas ao prefeito Marcus Melo.

 

Foto: Delmiro Goveia / Divulgação