Sabesp inicia Programa Água Legal em Itaquaquecetuba e Ferraz

Regularização do abastecimento beneficiará 15 mil moradores de Itaquá e Ferraz de Vasconcelos

 

DE SÃO PAULO – A Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp) promove a regularização das ligações de água para cerca de 15 mil pessoas, por meio do Programa Água Legal, em Itaquaquecetuba e Ferraz de Vasconcelos., dois municípios do Alto Tietê – região de Mogi das Cruzes, que ocupa a porção leste da Grande São Paulo. A companhia já começou os trabalhos no Parque Viviane, em Itaquaquecetuba.

O local era uma área irregular, onde a Sabesp não podia atuar. Após obter as autorizações necessárias, a empresa deu início aos trabalhos. O investimento previsto da companhia é de R$ 7 milhões. No Parque Viviane, as obras foram iniciadas em novembro, com a implantação de oito quilômetros de redes de distribuição de água, que beneficiarão mais de 5 mil pessoas (1,6 mil famílias), que conviviam com a falta de abastecimento público.

A instalação da rede de água e das ligações está sendo feita por meio de contratos de performance, pelo qual a empresa contratada é remunerada com base nos resultados obtidos e metas cumpridas. A previsão é de que as estruturas sejam concluídas até o fim de fevereiro.

Outros bairros de Itaquaquecetuba que também serão atendidos pelo programa Água Legal são: Nova Canaã, Chácara Dona Escolástica e Veraneio Maracanã. No total, incluindo o Parque Viviane, serão feitas 3 mil ligações de água no município.

 

Ferraz de Vasconcelos

Já em Ferraz de Vasconcelos, a Sabesp promoverá a regularização de mais de mil ligações de água. Serão atendidos moradores dos bairros Conjunto Residencial Itajuíbe e Jardim São Lazaro. A previsão é de que os trabalhos sejam concluídos no primeiro semestre de 2020.

O propósito do Água Legal é levar saúde e qualidade de vida para a população, bem como a preservação dos recursos hídricos ao combater perdas de água. A ação ainda assegura cidadania à população dos bairros atendidos, na medida em que os moradores passam a ter comprovante de endereço com a conta de água.

O programa busca regularizar ligações de água em áreas de alta vulnerabilidade social, mediante autorização dos órgãos competentes. Nessas localidades, em geral, os moradores são abastecidos de modo precário por tubulações improvisadas e sujeitas à contaminação.

O Água Legal colocou a Sabesp entre as empresas vencedoras do prêmio “Cases de Sucesso em Água e Saneamento (ODS 6) 2019”, da Rede Brasil do Pacto Global, iniciativa da Organização das Nações Unidas (ONU) que reconhece as melhores ações da área no Brasil e qualifica o debate sobre o Objetivo de Desenvolvimento Sustentável (ODS) 6 – Água e Saneamento.