Rod. dos Tamoios é interditada por queda de barreiras, e a Mogi-Bertioga é opção

Queda de barreiras, por causa da chuva intensa, interrompe tráfego total na rodovia. Não há previsão de liberação das pistas

 

PAULO QUARESMA – DO CORREIO INDEPENDENTE – As chuvas fortes que caem sobre o litoral paulista – Baixada Santista e Litoral Norte – e consequentemente sobre a Serra do Mar, causaram quedas de barreiras e interditaram totalmente o trecho de serra da Rodovia dos Tamoios (SP-099).

Enquanto o trecho estiver interditado, as alternativas para os motoristas são as rodovias Dom Paulo Rolim Loureiro, a Mogi/Bertioga (SP-098), a Oswaldo Cruz – de Taubaté a Ubatuba (SP-125) e a rodovia SP 088 (com acesso no km 55 da Tamoios – de Salesópolis a Mogi das Cruzes, com acesso à Mogi/Bertioga).

De acordo com a Concessionária Tamoios, responsável pela rodovia do mesmo nome, o alto volume de chuva registrado no trecho de serra causou a queda de barreiras nos kms 73 e 78. Não há previsão de liberação das pistas. (veja foto abaixo)

Na direção do litoral, a interdição ocorre no km 58. Já no sentido São José dos Campos, no km 81. O motorista tem como alternativa as rodovias Mogi-Bertioga e Oswaldo Cruz.

Às 6h30, um dos pluviômetros do Litoral Norte registrava acúmulo de 210 milímetros de chuva. De acordo com a Defesa Civil do Estado, pelo menos 70 pessoas estão desabrigadas na região. Alguns bairros seguem alagados e Ilhabela, São Sebastião, Ubatuba e Caraguatatuba estão em estado de alerta.

Por volta das 13h desta sexta, foi realizada operação comboio para liberação de veículos retidos em fila. Operação realizada com apoio e escolta da Polícia Militar Rodoviária.

A previsão meteorológica indica que sábado (18/05), esta condição continua persistindo e a precipitação tende a continuar predominando em grande parte da faixa leste do Estado, com maior acúmulo em regiões litorâneas.

 

Anchieta e Rio Santos

Também houve queda de barreiras na Rodovia Anchieta (SP-150) e na Rodovia Doutor Manuel Hipólito Rego (SP-055).

Na Anchieta, de acordo com a Concessionária Ecovias, a queda de barreira ocorreu na altura do km 45, o que causou bloqueio na pista sul (de descida) no trecho de serra. No início da tarde, ocorreu a liberação de uma faixa. Os trabalhos de estabilização da encosta e de limpeza da pista seguem no local.

Por volta das 12h30, a Ecovias avisa que a outra pista da Anchieta, a norte (subida da serra) foi totalmente bloqueada para remoção das carretas tombadas, o que gerou um grande congetionamento na estrada.

Já na Rio-Santos, são três os trechos problemáticos, com deslizamento de terra e muita vegetação. De acordo com o Departamento de Estradas de Rodagem (DER.SP), no km 115,3 segue a operação no sistema “Pare e Siga” (no sentido de Ubatuba), até que a pista seja completamente limpa. No km 119,6 operação em sistema “Pare e Siga”, também no sentido de Ubatuba. Já no km 142,1, foi implantada a operação em sistema “Pare e Siga” após o solapamento do asfalto.