Rastreador leva PM até jovem que roubou Jepp Renegade em Mogi

Carro foi roubado na região da Ponte Grande. Rastreador de celular levou a PM até o carro, que estava atolado

 

PAULO QUARESMA – DO CORREIO INDEPENDENTE – Pelo menos seis criminosos jogaram uma pedra em um carro, na região da Ponte Grande, em Mogi das Cruzes, obrigando os seus ocupantes,que são de Arujá – outra cidade do Alto Tietê – sub-região Leste da Grande São Paulo, a saírem do veículo. Um rastreador, instalado em um celular que foi levado pelos bandidos, levou a Polícia Militar até o veículo, onde um jovem foi preso.

De acordo com a PM, para fazerem o Jepp Renegade, cor branca, parar após a pedra jogada, os criminosos simularam estar armados para facilitar a ação.

Logo que a corporação foi acionada, uma das vítimas passou a informar a polícia sobre a localização do carro, por meio do aplicativo de rastreamento. Uma das equipes iniciou fiscalização na região da Avenida das Orquídeas, via que liga a Vila São Francisco, em Braz Cubas, até Jundiapeba – do lado esquerdo, sentido Suzano, da linha de trens da CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos)

E foi em uma área de mata, no entorno dessa via, que os policiais viram um Jepp com as mesmas características estava atolado. Os PMs foram até o local e ainda  encontraram um dos suspeitos do assalto.

Segundo a PM, com ele foram encontrados a carteira de uma das vítimas e o celular que denunciou a sua localização. Preso, ele não revelou o paradeiro dos outros cinco comparsas.

O jovem suspeito, de 19 anos, foi levado para a Central de Flagrantes, que funciona no mesmo prédio do 1º Distrito Policial de Mogi das Cruzes e da Cadeia Pública da cidade, no Parque Monte Líbano, onde o caso foi registrado.

O caso agora será investigado pela Polícia Civil de Mogi das Cruzes.

Foto: Policia Militar / Divulgação