PRF prende dupla com fuzil e R$ 53,8 mil na Via Dutra, em Arujá

Apreensão mais um fuzil norte-americano ocorreu à meia-noite da quinta, no km 204 da Presidente Dutra

 

PAULO QUARESMA – DO CORREIO INDEPENDENTE –Mais um armamento pesado, de fabricação norte-americana, foi apreendido pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) na Rodovia Presidente Dutra (BR 116). Desta vez, em uma operação de fiscalização no km 204, em Arujá – uma das cidades do Alto Tietê – subregião leste da Grande São Paulo. Dois homens foram presos, e apreendidas ainda uma grande quantidade de dinheiro.

De acordo com a corporação federal, por volta da meia-noite desta quinta-feira (30/07), policiais rodoviários abordaram um veículo GM, modelo Celta, com placas de São Paulo, na pista sentido Rio de Janeiro da Via Dutra. O motorista parou o carro, que foi fiscalizado. Ele viajava com um outro ocupante.

Durante a busca minuciosa que foi feita no carro, no porta malas os policiais rodoviários federais encontraram uma mochila. Logo que retirou a mochila dentro do porta malas o policial já notou que pelo peso dela poderia haver algo ilegal. E não deu outra. Ao abrir, dentro dela encontraram um fuzil da marca Colt 223/556, de fabricação americana. Na mochila também havia a quantia de R$ 53.800,00 em cédulas.

Ao serem indagados sobre a origem da arma e do dinheiro, e para onde levariam, os homens confessaram que pegaram a mochila na Zona Leste de São Paulo – não especificaram o bairro – e que levariam a arma de uso militar e o dinheiro até a Pavuna, bairro da Zona Norte da cidade do Rio de Janeiro. Pelo transporte, eles disseram que receberiam a quantia de R$ 1 mil.

Após o final da vistoria, e a admissão do crime pela dupla, os policiais rodoviários federais levaram os homens, a arma, o dinheiro e o Celta para a Delegacia de Polícia Civil de Arujá.

Ao que tudo indica, o armamento e dinheiro seriam para traficantes de drogas do Rio de Janeiro, integrantes do Primeiro Comando da Capital (PCC), facção que age dentro e fora dos presídios do Brasil e em outros países, ou para outra organização criminosa. As investigações agora serão feitas pela Polícia Civil de São Paulo.

As apreensões de armas de grosso calibre, ou de uso exclusivo do Exército ou forças policiais na Dutra, tem sido uma constante. No último dia 25 de julho, também em Arujá, a PRF prendeu um homem que levava em seu veículo uma submetralhadora modelo AMK MMC 11, calibre 9 mm, fabricada nos Estados Unidos.

Foto e vídeo: Polícia Rodoviária Federal / Divulgação