Prefeitura dará apoio aos grupos de congada, marujada e moçambique de Mogi das Cruzes

Verva de R$ 15.900,00 é destinada à Casa do Congado, associação sem fins lucrativos que auxilia os grupos de congada, marujada e moçambique

 

DE MOGI DAS CRUZES – A Secretaria Municipal de Cultura e Turismo de Mogi das Cruzes acaba de adotar mais uma ação de apoio à cultura e à memória da cidade neste momento de reclusão. A partir de uma contratação, a Prefeitura destinará um recurso, no valor de R$ 15.900,00 à Casa do Congado, associação sem fins lucrativos que auxilia os grupos de congada, marujada e moçambique de Mogi das Cruzes.

O objetivo do repasse é dar apoio às necessidades básicas dos mestres e integrantes dos grupos de cultura popular de Mogi, já que muitos deles são idosos e precisam de suporte. Vale lembrar que Mogi das Cruzes reúne um dos maiores coletivos de reinados do congo do Estado de São Paulo, razão pela qual é importante zelar pela preservação desses grupos.

A Casa do Congado ficará responsável pela gestão do recurso e, ao mesmo tempo, disponibilizará um amplo acervo na internet, gratuitamente, por meio do portal Memória Digital do Congado de São Paulo (MDCSP). Isso permitirá, neste momento de quarentena, que as pessoas tenham acesso a um riquíssimo acervo do Reinado de Congo de Mogi.

O portal pede um cadastro simples, a partir do qual é possível assistir documentários, ver galeria de fotos, ouvir os CDs dos grupos da cidade gravados no Estúdio Municipal de Áudio e Música (EMAM), entre muitas outras opções.

Como contrapartida, assim que o período de isolamento tiver fim, os grupos farão parte de uma programação cultural que ainda será elaborada, provavelmente no formato de um Festival de Cultura Popular.

Sobre o MDSCP

O MDCSP – Memória Digital do Congado de São Paulo é um portal que abriga diversos títulos de produtos culturais sobre a Congada e suas variações, que foram publicados, redigidos, produzidos ou realizados a partir de sua ocorrência no Estado de São Paulo. Idealizado pelo músico e produtor cultural Déo Miranda, a sua finalidade é tornar acessível a qualquer tipo de público materiais que foram lançados somente em formato físico, entre discos, documentários e livros, bem como pesquisas, registros raros de acervo familiar, imprensa, entre outros formatos, cujo acesso é muito limitado, uma vez que produtos e materiais dessa natureza não tem grande circulação ou comercialização e nem estão disponíveis em lojas.

O portal MDCSP foi construído a partir do acervo da Casa do Congado e Malungada Produtos Culturais, detentora do site, tendo como tema inicial o coletivo de grupos tradicionais composto por Congadas, Marujadas e Moçambiques chamado “Reinado de Congos de Mogi das Cruzes”. Todo o material disponível no portal está devidamente protegido por registros de propriedade intelectual e concedido por seus autores. Entre os seus parceiros estão Grupos Tradicionais, Mestres e Dançantes, além de acadêmicos, pesquisadores, artistas e entidades como o Iphan, Comphap, COMUC, Secretaria de Cultura de Mogi das Cruzes e ProAC.

Foto: Danilo Duviliers / Divulgação