Suzano: 2 presos com fuzil, munição, carregadores e drogas em lava-rápido

 

PAULO QUARESMA – DO CORREIO INDEPENDENTE – A Polícia Civil prendeu, na tarde desta terça-feira (05/11), dois homens que foram flagrados com drogas, arma, carregadores e munições, em um lava-rápido e estacionamento na área central de em Suzano –  um dos municípios do Alto Tietê – região que ocupa a porção leste da Grande São Paulo, que era uma refinaria de entorpecentes. Segundo a polícia, lá seria possível produzir 72 mil porções de cocaína a cada dia.

A investigação policial dos policiais da Delegacia de Investigação Sobre Entorpecentes (Dise), de Mogi das Cruzes, cidade vizinha, começou com uma denúncia anônima. As queixas apontavam ainda um suspeito que utilizaria um Renault/Clio e um Hyubdai/I30 para o transporte das substâncias. Na ação desta terça (05/11), três veículos, entre eles um GM Camaro, e uma motocicleta, também forem recolhidos. Sobre a capacidade de produzir tanta cocaína, a polícia explicou que isso se deve ao equipamento encontrado no local para embalar drogas.

O flagrante foi realizado por uma equipe da Delegacia de Investigações Sobre Entorpecentes (Dise) de Mogi das Cruzes. De acordo com o delegado Fabricio Intelizano, assistente da delegacia especializada, e a delegada Kelly Cristina Sacchetto Cesar de Andrade, que concederam entrevista coletiva na tarde desta quarta-feira (06/11), na Delegacia Seccional de Mogi das Cruzes, no Shangai, em diligências na área, os policiais visualizaram um dos veículos suspeitos – o Renault –estacionado em um lava-rápido, na Rua Antônio Rensi Primo. Durante buscas no estabelecimento, foram encontrados os dois suspeitos, que alegaram inicialmente não ter a chave do veículo.

Em buscas no local, a equipe conseguiu encontrar a chave escondida próximo às caixas d’água. Ao abrirem o automóvel, os policiais logo sentiram um cheiro forte de entorpecente e localizaram um dispositivo oculto adaptado atrás do banco traseiro.
No compartimento secreto, foram localizadas 121 porções de cocaína, quatro rolos de embalagens, duas balaclavas [toucas tipo ninja], além de uma carabina calibre .223, dois carregadores compatíveis com o armamento e 65 munições do mesmo calibre.
Ainda em buscas pelo local, encontraram, em um cômodo, uma máquina própria para embalar substâncias granuladas e/ou pó. “O que chamou atenção na ocorrência foi esse equipamento, que tem grande capacidade de produção. Pelo que consegui levantar, ele realiza de 30 a 50 embalagens por minuto. Ou seja, em 24 horas poderia embalar 72 mil porções de drogas”, destacou o delegado titular da especializada, Fabrício Intelizano, durante entrevista coletiva.
Outro detalhe que chamou a atenção da Polícia Civil, segundo o delegado, foram as balaclavas. “Elas são muito utilizadas por quem comete crimes contra o patrimônio, como quadrilhas de roubo de carga e a caixas eletrônicos”, explicou.
Além do veículo Clio foram apreendidos, para investigação, um Fiat/Palio, um GM/Camaro e uma moto Honda/CG 125 com baú – esta última também citada na denúncia como sendo usada para o transporte das drogas. Com um dos acusados também foi encontrada a chave de um carro da Hyundai.
A Polícia Civil prossegue com as investigações e, segundo o delegado, as apurações seguirão dois caminhos, inclusive levando em consideração a possibilidade da dupla integrar uma organização criminosa. “Vamos investigar todas as possibilidades. [As apurações] não vão se concentrar apenas no tráfico de drogas. Vamos investigar também a destinação que seria dada ao armamento”.

O delegado destacou a ousadia dos criminosos. “Eles manipulavam grande quantidade de drogas e de forma ousada, a poucos metros da Delegacia Central de Suzano”,  afirmou. Os dois homens presos são da Cidade Tiradentes, bairro da zona leste da Capital paulista. A dupla disse que não tem nada a ver com o que foi encontrado pela polícia, mas não justificou porque estavam no lava-rápido suzanense.

Os criminosos responderão por tráfico de drogas, associarem-se duas ou mais pessoas e posse ou porte ilegal de arma de fogo de uso restrito.
Fotos: Helio Torchi / Divulgação