Polícia prende padrasto que há anos abusava da enteada em Biritiba Mirim

Pedreiro começou a abusar da enteada quando ela tinha 9 anos, em 2015, enquanto a mãe se ausentava para se tratar contra um câncer

 

PAULO QUARESMA – DO CORREIO INDEPENDENTE – Um pedreiro foi preso nesta segunda-feira por policiais civis (07/10), acusado de abusar da sua enteada há anos, em Biritiba Mirim, uma das cidades do Alto Tietê, região que ocupa a porção leste da Grande São Paulo. Hoje a menina tem 13 anos.

De acordo com os policiais do Demacro (Departamento de Polícia Judiciária da Macro São Paulo), os estupros começaram em 2015, quando a criança tinha apenas 9 anos. A polícia apurou que o pedreiro se aproveitava da ausência da mãe, que fazia um travamento oncológico em Mogi das Cruzes, para abusar da menina.

A menina, temendo pela sua integridade física e também a da mãe, relutou em contar aos familiares os crimes que sofria do padrasto.

Assim que o Boletim de Ocorrência foi registrado, as investigações se iniciaram e foi solicitado de imediato as medidas protetivas de urgência, assim como a prisão do abusador. Ele ficará detido à disposição da Justiça.

Foto: Arquivo