Polícia Civil detém 1.051 pessoas e apreende 47,3 quilos de drogas

Operação Odin foi deflagrada para cumprimento de ordens judiciais em todo o Estado nesta quinta, dia 7

DE SÃO PAULO – A Polícia Civil deteve 1.051 pessoas durante operação para cumprimento de mandados de prisão e de busca e apreensão. Denominada Operação Odin, a ação foi deflagrada ao longo desta quinta-feira (07/02), em todo o Estado de São Paulo, com o objetivo de combater a criminalidade.

As atividades de campo, coordenadas pelo Departamento de Capturas e Delegacias Especializadas (Decade), tiveram apoio do Departamento Estadual de Investigações Criminais (Deic), dos Departamentos de Polícia Judiciária da Capital (Decap), da Macro São Paulo (Demacro) e do Interior (Deinters) e do Departamento de Inteligência da Polícia Civil (Dipol).

De acordo com o delegado Osvaldo Nico Gonçalves, diretor do Decade, a ação foi intitulada Odin em referência ao principal deus da mitologia nórdica, devido ao seu amor pela batalha. “Essa ação é uma resposta do trabalho da Polícia Civil. As equipes estão desde cedo integradas e motivadas em combater o crime”, ressaltou durante entrevista coletiva.

As diligências tiveram o empenho de 3.741 policiais e 1.442 viaturas para cumprimento de mandados relacionados a investigações, na maioria, de crimes contra o patrimônio, como roubos e latrocínios. Como resultado, 1.051 pessoas foram detidas, sendo 922 homens, 52 mulheres e 77 adolescentes.

Além disso, foram apreendidos mais de 47,3 quilos de crack, cocaína, maconha e outros entorpecentes e 16 armas e 312 munições foram retiradas das ruas. Também foram recuperados 26 veículos produtos de roubo e/ou furto e outros 28 carros e motos foram apreendidos por irregularidades.

Ao longo dos trabalhos, houve 125 flagrantes relacionados ao tráfico de drogas, incluindo um flagrante contra a saúde pública, com apreensão de carnes estragadas em Pirituba. Os alimentos, que seriam comercializados, foram apreendidos e encaminhados ao Instituto de Criminalística (IC) para perícia.

Na Grande São Paulo, Operação Odin resulta em 344 pessoas detidas

DE SÃO PAULO – A Polícia Civil deteve 344 pessoas na Grande São Paulo durante operação para cumprimento de mandados de prisão e de busca e apreensão. Denominada Operação Odin, a ação foi deflagrada ao longo de quinta-feira (07/02), em todo o Estado, com o objetivo de combater a criminalidade.

Na região metropolitana, as diligências tiveram o empenho de 829 policiais e 350 viaturas para cumprimento de mandados relacionados a investigações, na maioria, de crimes contra o patrimônio, como roubos e latrocínios. Como resultado, 312 pessoas foram presas e 32 jovens apreendidos.

Além disso, foram apreendidos 17,5 quilos de drogas, como crack, cocaína e maconha, e recuperados 20 veículos produtos de roubo e/ou furto.

Também foram apreendidos, por apresentar irregularidades, oito veículos, entre carros e motos, bem como foram realizados 50 flagrantes relacionados ao tráfico de drogas.

As atividades de campo, coordenadas pelo Departamento de Capturas e Delegacias Especializadas (Decade), tiveram apoio do Departamento Estadual de Investigações Criminais (Deic), dos Departamentos de Polícia Judiciária da Capital (Decap), da Macro São Paulo (Demacro) e do Interior (Deinters) e do Departamento de Inteligência da Polícia Civil (Dipol).

De acordo com o delegado Osvaldo Nico Gonçalves, diretor do Decade, a ação foi intitulada Odin em referência ao principal deus da mitologia nórdica, devido ao seu amor pela batalha. “Essa ação é uma resposta do trabalho da Polícia Civil. As equipes estão desde cedo integradas e motivadas em combater o crime”, ressaltou durante entrevista coletiva.

Ainda não foram divulgados os números da Operação Odin especificamente nas dez cidades do Alto Tietê – Mogi das Cruzes, Suzano, Poá, Itaquaquecetuba, Ferraz de Vasconcelos, Arujá, Santa Isabel, Biritiba Mirim, Salesópolis e Guararema – região que ocupa a porção leste e integra as 39 cidades da Grande São Paulo.

Foto: Arquivo / Correio Independente