Poá realiza mês com campanha com ações contra hepatites virais

 

DE POÁ – A Secretaria de Saúde de Poá, por meio do Serviço de Assistência Especializada (SAE), realizará a Campanha Julho Amarelo com o objetivo de promover ações relacionadas à luta contra as hepatites virais. Durante todo o mês o SAE intensificará a oferta de testes rápidos de hepatites B e C nas unidades de saúde, na busca de casos positivos ainda não identificados prevenindo assim a cronificação da doença e possíveis danos à saúde e nesta segunda-feira (08/07) haverá uma ação na Estação da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM).

“Todas as pessoas com resultado de teste positivo serão encaminhadas ao SAE para seguimento na investigação e posterior tratamento quando necessário”, explicou o vice-prefeito e secretário de Saúde, Marcos Ribeiro da Costa, o Marquinhos Indaiá.

Além da oferta de testes rápidos de hepatites B e C realizados nas unidades de saúde e no SAE durante todo o mês, no dia 8 de julho, a equipe do SAE também realizará um trabalho na Estação de Trem de Poá. “Usaremos um espaço na estação e iremos expor banners da campanha e distribuiremos material informativo. Estaremos com uma equipe para realizar a testagem, para a panfletagem e preenchimento de uma ficha pré-teste”, explicou a enfermeira e coordenadora do Programa de Hepatites Virais de Poá, Renata Yeda Araújo.

A diretora da Vigilância em Saúde de Poá, Fabiana Ferri, explicou que a Campanha Julho Amarelo é realizada anualmente e serve como um alerta importante visando o alcance das metas de eliminação das hepatites virais. “As hepatites virais são inflamações do fígado, um grave problema de saúde pública no Brasil e no mundo. Causada por um vírus, é uma doença silenciosa que nem sempre apresenta sintomas. Milhões de pessoas no Brasil são portadoras dos vírus B ou C e não sabem, estando em risco dessas doenças evoluírem (tornarem-se crônicas) e causarem danos mais graves ao fígado, como cirrose e câncer. Por isso, é importante realizar exames que detectam a hepatite”.

Foto: Flávio Aquino/Departamento de Comunicação de Poá