Centenário e Leon Feffer fecham a partir de sábado, 21. Parques de outras cidades também

Fechamento é por tempo determinado. Parques municipais de outras cidades da região também fecharão

 

DE MOGI DAS CRUZES – A Prefeitura de Mogi das Cruzes determinou o fechamento dos Parques Centenário e Leon Feffer, a partir deste sábado (21/03), como mais uma medida para reduzir a circulação de pessoas na cidade e, consequentemente, diminuir os riscos de contaminação pelo novo Coronavírus. A suspensão do funcionamento é por tempo indeterminado.

Os parques municipais de outras cidades da região também fecham. Decisão foi tomada em reunião do Condemat nesta sexta. Os prefeitos decidiram pelo imediato fechamento de todos os parques públicos e pela restrição no acesso de pessoas nas Prefeituras. A orientação é manter o atendimento presencial apenas nos casos excepcionais e incentivar  o uso dos serviços online. Algumas administrações também optaram por reduzir o horário de funcionamento.

Em Mogi, o Viveiro de Mudas, localizado no Parque Leon Feffer, também vai fechar, assim como a distribuição de mudas ao público. Da mesma forma, o Parque Municipal Chiquinho Veríssimo, o Parque da Cidade e a Ilha Marabá seguem fechados.

O Centenário e o Leon feffer são alguns dos principais locais de lazer, eventos e encontros da cidade, com milhares de visitantes todos os dias, sobretudo aos fins de semana. “Esta pandemia é uma situação preocupante que exige nós medidas para preservar a saúde e a vida dos cidadãos. Temos de reduzir ao máximo a circulação e contato entre as pessoas”, diz o prefeito Marcus Melo.

Ao longo dos últimos dias, o município vem adotado uma série de medidas de contenção. Até a quinta-feira (19/03) à noite, Mogi das Cruzes possuía 47 notificações suspeitas de coronavírus, das quais cinco foram descartadas. As demais aguardam resultados de exames.

Entre eles está a contraprova do primeiro caso confirmado entre mogianos, que é uma paciente de 43 anos internada em um hospital particular da Capital. O marido dela também está internado com a doença, em São Paulo, mas a unidade hospitalar ainda não oficializou a notificação na Vigilância Epidemiológica de Mogi.

A Prefeitura criou um Centro de Referência do Coronavírus no Hospital Municipal de Mogi das Cruzes, com entrada exclusiva pelo Bloco “B”, que fica na rua Capitão Francisco de Almeida, nº466, em Braz Cubas. O serviço médico está disponível para pacientes com idade a partir dos 13 anos. Para menores, o atendimento continua sendo realizado no Pronto Atendimento Infantil 24 horas.

O espaço foi especialmente preparado para realizar acolhimento e atendimento aos pacientes com toda segurança necessária e sem contato com outros setores. Com a suspensão das cirurgias eletivas, exames e consultas ambulatoriais na unidade, os espaços e leitos serão disponibilizados para eventuais internações, incluindo Unidade de Terapia Intensiva (UTI).

Desde terça-feira (17/03), o município está em situação de emergência para conter a disseminação do vírus, de acordo com as recomendações da Organização Mundial de Saúde (OMS), do Ministério da Saúde e do Centro de Contingência do Coronavírus no Estado de São Paulo.

Foto: Ney Sarmento / PMMC