Orçamento de Mogi das Cruzes para 2019 será de R$ 1,6 bilhão

Esse valor é 7,92% superior ao orçamento de 2018, cuja estimativa geral é de R$ 1.539.784.957,00.

 

O orçamento de Mogi das Cruzes para 2019 será de R$ 1.661.833.637,28. O valor, que engloba Prefeitura, Câmara, Serviço Municipal de Águas e Esgotos (Semae) e Instituto de Previdência Municipal (Iprem), é 7,92% superior ao da LOA 2018, cuja estimativa geral é de R$ 1.539.784.957,00.

Na manhã desta segunda-feira (19/11), o secretário de Finanças da Prefeitura de Mogi, Aurílio Caiado, participou no auditório da Câmara Municipal da audiência pública para apresentação e discussão do projeto da Lei Orçamentária Anual (LOA) de 2019, promovida pela Comissão de Finanças e Orçamento do Legislativo.

A Lei Orçamentária Anual define e estimativa de arrecadação e o montante do orçamento que será aplicado em cada setor. “Procuramos fazer um orçamento equilibrado, dentro das demandas e custeio das secretarias”, afirmou Caiado, que respondeu as perguntas de vereadores, munícipes e representantes de entidades que compareceram à audiência.

O planejamento financeiro e orçamentário segue as regras estabelecidas em lei. O primeiro passo é o Plano Plurianual (PPA), cujo projeto de lei para o período 2018-2021 foi enviado à Câmara Municipal em agosto, para análise e votação. O PPA prevê metas de arrecadação e investimentos para um período de quatro anos.

Com base no PPA, o município elabora, anualmente, a Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO), que estabelece parâmetros para cumprimento do que está no PPA – para o período de um ano. Por fim, a Lei Orçamentária Anual especifica valores (receitas e despesas) para os objetivos traçados na Lei de Diretrizes Orçamentárias.

Foto: Junior Lago/PMMC