Novo reservatório atenderá 45 mil em Jundiapeba e N. Jundiapeba

Ampliação do sistema de abastecimento de água de Mogi

 

DE MOGI DAS CRUZES – O prefeito Marcus Melo vistoriou, na manhã desta terça-feira (21/07), as obras do novo reservatório de 7 milhões de litros de água para Jundiapeba, que estão na fase final da montagem da estrutura metálica construída numa área entre as avenidas Anchieta e Francisco Ferreira Lopes, no bairro Vila Cardoso, em Braz Cubas (em frente a Coca-Cola Femsa). Serão 45 mil pessoas beneficiadas em Jundiapeba e Nova Jundiapeba. Os serviços são gerenciados pela Secretaria Municipal de Obras.

A obra faz parte de um pacote de investimentos que inclui o Sistema de Abastecimento de Água Vila Oroxó, onde a Prefeitura instalou duas caixas d’água com capacidade para 2 milhões de litros cada, erguidas na Via Benedito Ferreira Lopes e que atenderão 16 mil moradores.

Os bairros beneficiados serão a Vila Oroxó, Jardim Maricá, Rodeio, Bella Cittá, Residencial Itapeti, Jardim Aracy, Ponte Grande e Jardim Náutico.

Os complexos dois complexos estão com 70% das obras finalizadas e atenderão, juntos, 61 mil pessoas. O investimento na primeira e segunda etapas é de R$ 9,8 milhões, sendo R$ 7,6 milhões nos reservatórios (R$ 4,1 milhões no Oroxó e R$ 3,5 milhões em Jundiapeba) e R$ 2,2 milhões para a construção das bases.

A construção destes dois sistemas integra o Plano Municipal de Abastecimento de Água. Os reservatórios funcionarão como “pulmões”. Eles permanecerão cheios, principalmente no período noturno, quando o consumo diminui. Em situações em que houver necessidade de paralisações no fornecimento de água, para alguma manutenção, por exemplo, o abastecimento pode prosseguir com o uso dos reservatórios.

Os bairros beneficiados com os novos sistemas já são atendidos atualmente com abastecimento de água. Além da melhoria do serviço, o objetivo das obras é ter uma estrutura preparada para o crescimento populacional da cidade.

Além da demanda atual, os dois sistemas estarão prontos para abastecer uma população de até 145 mil pessoas (previsão para 2046), sendo 52 mil pelo SAA Jundiapeba e 93 mil pelo SAA Oroxó.

Após a conclusão das obras, por parte da Prefeitura, os sistemas serão gerenciados pelo Serviço Municipal de Águas e Esgotos (Semae).

 

Outros investimentos

Além do reservatório, a Prefeitura e o Semae também investem R$ 9,5 milhões em obras de esgotamento sanitário em Jundiapeba e Nova Jundiapeba. Os trabalhos estão em fase inicial e incluem a construção de uma estação elevatória, 15 quilômetros de redes, 1.760 metros de coletor-tronco e 1.240 metros de linha de recalque (bombeamento).

O projeto representará um aumento de 6,9% no volume de esgoto tratado na cidade, passando dos atuais 61% para 67,9%. Especificamente em Jundiapeba e Nova Jundiapeba, o índice será superior a 90%, tanto coleta quanto tratamento. A previsão é concluir os trabalhos em 2021.

A autarquia também está reformando e modernizando a Estação Elevatória da Rua Indonésia, principal unidade de bombeamento de esgotos de Jundiapeba, que passa por readequações estruturais, obras civis e melhorias nos sistemas elétrico, hidráulico e mecânico.

O investimento total, incluindo a construção de rede de recalque e muro de gabião, é de cerca de R$ 4,3 milhões.

Fotos: Ney Sarmento / PMMC