NGK abre visitas à fábrica em Mogi para celebrar 60 anos no País

 

DE MOGI DAS CRUZES – A NGK completa nesta quinta-feira, (1º/08), 60 anos de atuação no Brasil. A multinacional japonesa, que chegou ao Brasil em 1959, possui sede em Mogi das Cruzes, no Alto Tietê, primeira fábrica do grupo fora do Japão. Para celebrar a data, haverá diversas atividades no município ao longo de todo o mês de agosto, voltadas a funcionários, familiares, ex-funcionários e para toda a comunidade.

As celebrações terão início em 25 de julho, com uma visita de ex-funcionários à fábrica. Foram convidados 98 antigos colaboradores, que poderão conhecer as instalações, onde são produzidos velas e cabos de ignição e pastilhas de porcelana. Nos finais de semana de agosto, a planta da NGK, em Mogi, abrirá novamente as portas para receber 1.649 colaboradores e seus familiares em visitas guiadas.

“Estamos felizes em dividir uma data tão importante quanto o marco de 60 anos de atuação no Brasil com nossos funcionários e ex-funcionários. Eles fazem parte dessa história e desempenharam – ou ainda desempenham – um papel fundamental para atingirmos os níveis de excelência que conquistamos em nossos produtos. Agradecemos por seu comprometimento e dedicação. Vamos celebrar todos juntos”, afirma José Eduardo de Souza, subchefe do departamento de assistência técnica.

A NGK é referência em sistema de ignição no setor automotivo e em pastilhas de porcelana, produtos que fazem parte do seu portfólio, desde o início de suas atividades no País. A unidade fabril em Mogi das Cruzes, às margens da Rodovia Alfredo Rolim de Moura (SP-088, no bairro do Cocuera, conta com área total de mais de 625 mil m², sendo mais de 66,5 mil m² de área construída. Trata-se de um grande complexo industrial, no qual trabalham mais de 1.300 colaboradores.

Foto: Arquivo