Motorista do aplicativo Uber fica 14 horas dentro de porta-malas e é libertado pela PM em Mogi das Cruzes

 

PAULO QUARESMA – DO CORREIO INDEPENDENTE – Abordado e sequestrado na noite desta quinta-feira (15/08), no Brooklin Paulista, bairro da Zona Sudoeste da Capital paulista, um motorista do Uber – aplicativo de transporte, ficou mais de 14 horas preso dentro do porta-malas do seu veículo, Chevrolet Onix cor prata e só foi libertado na manhã desta sexta-feira (16/08), em Mogi das Cruzes.

De acordo com o Boletim de Ocorrência no 4º Distrito Policial, em Jundiapeba, Distrito de Mogi das Cruzes, a Polícia Militar foi acionada ao receber uma comunicação de que havia um homem pedindo ajuda e socorro, preso dentro do porta-malas de um veículo estacionado na Rua Adriano Pereira.

Chegando ao local, os PMs estouraram o vidro da porta do motorista para depois destravar o porta-malas. Lá dentro estava o motorista, Guilherme Torres, com mãos e pernas amarradas,mas sem ferimentos pelo corpo.

Para os policiais, o motorista contou que tudo aconteceu por volta das 21h da quinta-feira, quando recebeu um chamada para iniciar uma corrida, na Rua Castilho, no Brooklin Paulista, região do Itaim-Bibi. Ao chegar ao local da chamada, ele foi abordado por três homens, que anunciaram o assalto.

Imobilizado e colocado dentro do porta-malas, o motorista só soube dizer que os bandidos circularam com o veículo por vários locais.

Os ladrões levaram o telefone celular da vítima R$ 100,00, as chaves do Onix, documentos e fugiram. Ninguém foi preso. A polícia acredita que os criminosos possam morar em Mogi ou cidades próximas.

Foto: Polícia Militar / Divulgação