Rodovia Mogi-Dutra: duplicação do trecho da Ayrton Senna a Arujá ficaria pronta este mês. Ficaria. Agora nova data é novembro

Departamento de Estradas de Rodagem negou até quando pode o adiamento da entrega da obra

PAULO QUARESMA – DO CORREIO INDEPENDENTE – Definitivamente os governos não são bons de previsão do término de obras. Principalmente o Governo do Estado de São Paulo. A bola da vez é a duplicação da Rodovia Pedro Eroles (SP 088), a Mogi-Dutra, trecho entre a Rodovia Ayrton Senna, em Mogi das Cruzes e o município de Arujá. Prevista para este mês – janeiro de 2020 – agora tem nova data: novembro deste ano – ou seja, com 11 meses de atraso.

O adiamento foi oficializado em publicação feita no Diário Oficial do Estado (DOE), edição de 11 de janeiro, e o aditivo no contrato com o Consórcio Construcap/Copasa, responsável pelas obras  não alterou, por enquanto, o valor inicial da duplicação, que é de R$ 121,9 milhões.

Vale lembrar que obra foi iniciada em dezembro de 2017, pelo governador da época, Geraldo Alckmin. com previsão de 24 meses para conclusão e término em janeiro de 2018 – ou seja nove meses depois e dois anos atrás. Mas as obras, para valer, começaram apenas em setembro de 2018. A justificativa do Departamento de Estradas de Rodagem (DER.SP), no entanto, é que as várias interferências para a execução da obra alteraram o cronograma. Entre elas, remoção de tubos de água, esgoto, rede elétrica e canalização de gás. Além disso, o órgão justificou ainda que processos de desapropriação, na Justiça, e licenças ambientais, contribuíram para o adiamento da entrega.

Novo trecho duplicado vai da Ayrton Senna até a Presidente Dutra

As obras nesse trecho final da Mogi-Dutra – de  7,45 quilômetros de extensão, entre os Km 32 e o Km 39,45 – acontecem anos depois do trecho inicial, em Mogi das Cruzes. Quando estiver pronta, a obra conclui a duplicação desse trecho inicial remanescente da SP-088 com pista simples entre a Rodovia Ayrton Senna (SP-070), em Mogi das Cruzes, e o entroncamento com a Rodovia Alberto Hinoto (SP-056), próximo da Rodovia Presidente Dutra, já em Arujá.
Terminados os serviços, todo trecho inicial da rodovia até Mogi das Cruzes, de cerca de 17,5 quilômetros estará duplicado, aumentando a segurança dos usuários.
O projeto executivo de obras da SP 088 prevê a duplicação da pista, com barreiras de concreto, do km 32 ao km 39,4, implantação de dispositivos para acesso e retorno, construção de três passarelas, retificação de curva acentuada no km 36, além de melhorias na sinalização.
Com a pista duplicada e separada por mureta de concreto, segundo o DER.SP, o projeto desse trecho da Mogi-Dutra terá sete locais de acesso e retorno, praticamente um a cada quilômetro. Isso além da construção de três passarelas em locais de movimentação de pedestres.

Esses locais de acesso e retorno ficarão nos seguintes locais: bairro Limoeiro, Estrada dos Índios, Condomínio Arujá Hills 3, Rua Calógero Rapé, Estrada Pedreira Minercal, Estrada São Bento e Estrada Taboão do Parateí.