Mogi das Cruzes vai ter unidade da G2L Logística, do Grupo Gerdau

Nova unidade da Gerdau será instalada em área da empresa, na Avenida Engenheiro Miguel Gemma

 

DE MOGI DAS CRUZES –Mogi das Cruzes vai receber em breve uma unidade da G2L Logística, empresa do Grupo Gerdau, que irá se instalar no terreno pertencente ao grupo na avenida Engenheiro Miguel Gemma. O anúncio foi feito durante reunião realizada no final da tarde desta quinta-feira (07/05) entre o prefeito Marcus Melo e representantes da empresa, que deverá criar até 60 empregos diretos na cidade, além de, em seu pleno funcionamento, gerar um faturamento de R$ 60 milhões.

A conquista da nova empresa faz parte do trabalho da Prefeitura de Mogi das Cruzes para fomentar o desenvolvimento econômico e a geração de empregos na cidade. Esta atuação vem sendo ainda mais importante durante o período de crise causada pela pandemia de Covid-19 e do novo coronavírus, para que o município se fortaleça e esteja preparado para o período de retomada econômica.

“Fico muito feliz com este anúncio, de uma empresa deste porte ter escolhido Mogi das Cruzes para se instalar e mostra que nossa cidade não parou com a crise. Vamos trabalhar lado a lado, no que pudermos ajudar porque a cidade também se desenvolverá, pela arrecadação de tributos. Tenho certeza que esta foi uma escolha muito boa para todos”, destacou Marcus Melo, que participou ativamente das conversas para trazer a empresa para Mogi das Cruzes.

A empresa já resolveu as questões burocráticas e de documentação para a implantação na cidade e deve iniciar suas operações de logística em julho.

“Durante este período de pandemia e distanciamento social, as conversas entre a Prefeitura e a empresa foram mantidas, por meio de videoconferências e contatos constantes. Este trabalho foi fundamental para que a cidade pudesse receber este novo investimento”, explicou o secretário municipal de Desenvolvimento Econômico e Social, Simei Baldani, lembrando que o trabalho desenvolvido pela administração municipal foi fundamental para que a empresa decidisse se instalar em Mogi das Cruzes, ao invés de outras cidades da Região Metropolitana de São Paulo.

A G2L se instalará em uma área de 7 mil metros quadrados da sede da Gerdau em Mogi das Cruzes. No local, deverá ser montado um centro de logística, que fará a distribuição de mercadorias para a região leste da Grande São Paulo, Capital e para o Litoral paulista.

Para isso, a empresa conta com a localização privilegiada de Mogi das Cruzes, com ligação direta com algumas das principais rodovias do país, além de facilidade de acesso à Capital e Litoral. Além disso, existe um ramal ferroviário no terreno da empresa, que faz a ligação com a linha férrea que corta a cidade, no distrito de Cezar de Souza.

Também contaram a favor do município em comparação a outros locais na o projeto de Mogi das Cruzes para a criação de condomínios de tecnologia, logística e indústria, desenvolvido pela Prefeitura por meio da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e Social.

“Temos a confiança no potencial de Mogi das Cruzes, que conta com grandes empresas que podem se tornar clientes de nossa unidade”, afirmou Marcelo de Toledo Passos, CEO da G2L Logística.

Criada em abril de 2018, a G2L Logística atua no setor de transporte de carga seca, com atendimento em todo o Brasil, com soluções tecnológicas que permitem o acompanhamento da carga e a segurança no transporte.

 

Novas ações

Além da implantação da empresa, existem estudos da Prefeitura com o Grupo Gerdau para que o local possa receber um novo polo de desenvolvimento, tecnologia e logística para a cidade, que poderá abrigar novas empresas. O imóvel fica próximo ao rio Tietê e as conversas levam em conta questões sustentáveis, com potencial para a geração de empregos, crescimento econômico e recursos para o município.

A região também deverá receber um Centro de Inovação Tecnológica, outro projeto de desenvolvimento econômico voltado à tecnologia, desenvolvido pela Prefeitura e a Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Social.

 

Estrutura

A região onde a G2L Logística se instalará está próxima a dois grandes projetos de infraestrutura planejados pela Prefeitura de Mogi das Cruzes. Um deles é o Programa +Mogi Ecotietê, um conjunto de ações e investimentos para estimular o desenvolvimento e o crescimento planejado da região leste do município – no caso o distrito de Cezar de Souza. A ação está dividida em três eixos: socioambiental, saneamento básico e mobilidade e desenvolvimento urbano.

O investimento nas ações de saneamento será de R$ 145,6 milhões. Com outros R$ 61,3 milhões reservados para desapropriações, gestão e supervisão técnica, o investimento total do programa será de R$ 365,3 milhões.

O eixo de mobilidade e desenvolvimento urbano inclui a construção da avenida Parque (Corredor Ambiental Ecológico Sustentável – CAES), sistema de vias e intervenção urbanística em Cezar de Souza. Outra ação será a implantação de 30 quilômetros de ciclovias interligando os parques e o Corredor Ambiental Ecológico Sustentável, bem como a construção de uma passarela sobre o rio Tietê. No total, serão 6,2 km de CAES, 3 novas transposições e ciclovias, com um investimento de R$ 143,9 milhões.

O socioambiental prevê a construção de dois novos parques (localizados na rua Antonio de Almeida e na avenida Francisco Rodrigues Filho), além da ampliação do Parque Centenário e da recuperação das áreas verdes próximas ao rio Tietê. O investimento total será de R$ 14,5 milhões.

Na área de saneamento básico, o Programa + Mogi Ecotietê prevê a ampliação da capacidade da Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) de Cezar de Souza, que passará de 142 para 460 litros por segundo. Também serão implantadas redes de abastecimento de água e de coleta de esgoto em Cezar de Souza, além do saneamento ambiental do Córrego Lavapés e Córrego dos Corvos.

Também participaram da reunião, o secretário municipal de Planejamento e Urbanismo, Cláudio de Faria Rodrigues, diretores da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e Social e representantes da empresa.

Fotos: Ao alto, reprodução Gerdau. Acima, Ney Sarmento / PMMC