Microempresário sequestrado é libertado pela polícia em Itaquá

Sequestrado na noite de quinta, 5, ele foi libertado na manhã desta sexta com marcas de facas nas costas

PAULO QUARESMA – DO CORREIO INDEPENDENTE – Um microempresário de 39 anos, sequestrado por bandidos por volta das 19h da última quinta-feira (05/12), foi libertado por policiais militares do 35º Batalhão de Polícia Militar Metropolitano (BPM/M) na manhã desta sexta-feira, em um cativeiro que ficava em uma chácara na Estância Fraternidade, na região do Caiuby, Itaquaquecetuba, um dos dez municípios do Alto Tietê – região que ocupa a faixa leste da Grande São Paulo. Ele foi encontrado encapuzado e, de acordo com a PM, apresentava marcas de cortes nas costas, feitas com faca.

De acordo com a PM, a vítima foi abordada e dominada pelos bandidos na frente da sua casa, que fica no Jardim São Paulo – outro bairro de Itaquá. A corporação foi avisada pelo telefone 190 do Centro de Operações da Polícia Militar (Copom) logo que a mulher estranhou a demora dele em chegar na residência do casal. Com as placas do veículo em mãos, a PM começou a agir na região.

O carro da vítima foi avistado circulando pela cidade com dois homens na manhã desta sexta-feira. Abordados, depois de tentarem negar o crime, acabaram confessando o sequestro e indicaram o local para onde a vítima foi levada. No cativeiro, de acordo com o coronel Anderson Caldeira, comandante do 35º Batalhão da PM, havia mais duas pessoas e o microempresário estava sendo mantido em um quarto no fundo do imóvel. No cativeiro, o homem foi torturado com fios e uma faca.  Nas costas ele tinha marca de perfuração provavelmente por uma faca, como a que foi apresentada pela PM. “Ele estava em estado de choque”, disse Caldeira. 
Até o fim da tarde desta sexta-feira, a PM já havia prendido uma mulher e três homens e não descarta a participação de mais algum bandido.  O motivo do sequestro também ainda não foi confirmado. O que se sabe é que os bandidos teriam exigido o pagamento de R$ 120 mil pelo resgate da vítima.O caso foi registrado no 1º Distrito Policial do Jardim Caiuby, em Itaquá.
Foto: Polícia Militar / Divulgação