Jogo “Astro” inova no ensino Astronomia para alunos da rede municipal

 

DE MOGI DAS CRUZES – O prefeito Marcus Melo fez na manhã desta quarta-feira (20/03), no auditório do Cemforpe, o lançamento do jogo “Astro”, criado pela equipe de orientadores de informática da Secretaria Municipal de Educação de Mogi das Cruzes. O novo game faz parte de um conjunto de inovações da Pasta, como os 20 kits de óculos de realidade virtual e notebooks que serão levados de forma itinerante nas escolas. Os alunos também assistiram a uma palestra do Prof. Dr. Ivan Gláucio Paulino Lima, pós-doutorando no NASA Ames Research Center.

“Novos softwares estão sendo desenvolvidos pelos orientadores da Secretaria de Educação para levarmos tecnologia para nossas crianças e jovens que nasceram em outro momento e já têm acesso a computadores, celulares e aplicativos. Esses recursos sensibilizam os alunos para que eles possam adquirir conhecimento por meio da gameficação, que é um trabalho novo hoje na nossa cidade”, disse o prefeito Marcus Melo. O novo jogo está disponível também para download em celulares. As crianças poderão aprender na escola e em casa.

O jogo “Astro” foi apresentado pela equipe de orientadores de informática, junto aos óculos de realidade virtual. A Secretaria de Educação adquiriu 20 kits de óculos de realidade virtual e notebooks, que serão utilizados de forma itinerante nas escolas. “Estamos dando continuidade a mais um processo de avanço tecnológico na Secretaria de Educação. Temos o objetivo de oferecer as mesmas oportunidades para os alunos em todos os cantos da cidade”, disse a secretária de Educação, Guedes. O investimento foi de R$ 292.040,00.

 

Palestra

Além dos novos recursos, os alunos assistiram a uma palestra com o professor dr. Ivan Gláucio Paulino Lima, com formação em Biologia e pós-doutorando no NASA Ames Research Center, que auxiliou os alunos da EM Antonio Pedro Ribeiro na formatação do projeto da Estação Espacial Mogi C I. A escola mogiana recebeu  Menção Honrosa no Concurso Nasa Ames Space Settlement Contest, realizado pelo Centro Ames de Pesquisa, órgão da Agência Espacial Americana.

O professor apresentou os concursos e projetos oferecidos para a educação básica na área científica e contou sobre sua trajetória. “Achei fantástico o projeto desenvolvido em Mogi das Cruzes. Acho que essa é a situação que todo educador busca, ter o apoio do poder público e o engajamento da equipe, o que é muito importante. Eu fico muito satisfeito e me coloco a disposição para colaborar futuramente em outros projetos”, disse o professor, que atualmente divide seu tempo entre o Brasil e os Estados Unidos.

Lima destacou ainda que este projeto poderá formar novos cientistas. “Certamente vai ter a área de atuação para todos esses jovens que estão aqui hoje relacionadas à Astronomia. Nesta sala poderemos ter astronautas, cientistas, engenheiros e pessoas trabalhando na área especial. Somos uma geração privilegiada por poder pelo menos testemunhar a chegada do homem à Marte e a expansão da humanidade além da Terra”, disse.

Foto: Guilherme Berti / PMMC