Jarbas Ezequiel, prefeito de Biritiba-Mirim, é afastado do cargo pela Câmara

Vereadores acataram requerimento feito por morador, após prefeito ter sido flagrado entregando maços de dinheiro a 3 vereadores

DO CORREIO INDEPENDENTE – Em sessão extraordinária realizada na tarde desta quinta-feira (30/08), o prefeito de Biritiba Mirim,  Jarbas Ezequiel de Aguiar (PV, foi afastado do cargo por unanimidade pelos 13 vereadores da cidade – que votaram um requerimento com essa finalidade, protocolado por um morador da cidade e apresentado e lido em plenário pelo veterano Jorge Mishima, vereador pelo (PSDB), na última sessão ordinária.

Jarbas foi flagrado em um vídeo, que chegou às mãos do Ministério Público e viralizou nas redes sociais, entregando maços de dinheiro a três parlamentares. O trio –Eduardo de Melo (DEM), José Rodrigues Lares (PV) e Paulo Rogério dos Santos (PTB) – que teria recebido propina do chefe do Executivo – foi afastado na sessão extraordinária realizada na sexta-feira passada (24/08). Os três foram substituídos, respectivamente, pelos suplentes Fábio Rogério Barbosa, o Fábio Mohammad (DEM), Juniel da Costa Camilo, o Juca Bar (PV), e Valter Antonio de Miranda, o Valter D’água (PTB).

O pedido do morador foi analisado por uma Comissão Processante, instaurada pela Câmara, que agora afasta o prefeito até o final das investigações, que dependendo do resultado volta ao plenário para votação e, dependendo do resultado, poderá levar à cassação do prefeito.

Essa decisão terá de ser comunicada ao Cartório Eleitoral e Juiz Eleitoral, em Mogi das Cruzes, que aí deverá dar posse ao vice, Walter Tajiri (PTB), que não foi encontrado na cidade nos últimos dias.

Vereadores de Biritiba Mirim durante a sessão extraordinária realizada nesta quinta-feira (30/08), em que o prefeito foi afastado do cargo

De acordo com a Lei Orgânica do Município, e o Regimento Interno da Câmara, o vice poderá assumir o comando da cidade para assumir o cargo. Juristas consultados pela reportagem do CORREIO INDEPENDENTE afirmam que, mesmo afastado pelo Legislativo, Jarbas pode recorrer à Justiça para se manter no mandato até uma decisão final.

Veja o que originou o requerimento do morador da cidade, que foi lido em plenário, acatado pelos vereadores de Biritriba Mirim e votado nesta quinta-feira (30/08.

______________________________________________________________________

Prefeito já foi afastado do cargo pela Justiça, mas recorreu e se mantém na função. E não foi por essa propina, mas sim por ter escolhido um membro do PCC para o seu secretariado. Relembre o caso: