Israel, jovem que mora em Mogi, faz ‘vakinha virtual’ para ir jogar futebol em Portugal

 

PAULO QUARESMA – DO CORREIO INDEPENDENTE – Israel Ferreira, de 18 anos, um jovem de Porto Velho, Rondônia, na região Norte do País, que mora há três anos em Mogi das Cruzes, recebeu um convite para ser jogador de futebol em um time de Portugal, mas esbarra no dinheiro que precisará ter para concluir esse sonho. Por isso, uma vakinha virtual foi feita para que ele consiga arrecadar a quantia necessária para arcar com as despesas de ir até a Europa.

Depois de jogar em equipes de Rondônia, incluindo o Santos de Rondonópolis, em 2015, Israel veio para Mogi, distante 2,2 mil quilômetros, morar com o tio, com quem ficou por seis meses. O garoto foi aprovado em uma das peneiras das categorias de base do União Futebol Clube. O talento, no entanto, não entusiasmou apenas o pessoal do clube mogiano, mas a própria família.

Como o tio mora longe do centro, a mãe de Israel, Janete, alugou uma pequena casa de quarto e sala e mandou a filha Rebecca para Mogi acompanhar essa fase de transição. “Eu e o meu marido trabalhávamos pra manter os dois em Mogi, mas chegou uma hora que eles precisavam de mim aqui, por isso larguei o último período da universidade federal e emprego, e com muitas dificuldades vim pra Mogi também”, conta Janete Duarte, a mãe do jovem atleta.

O técnico do Sub-17 do União, Jurandir da Silva, o Didi, diz que Israel atua tanto na lateral direita quanto na esquerda, onde já precisou escalá-lo, mas ele também já jogou no . “A rapidez com que ele recupera uma bola e parte para o ataque é impressionante”, diz. Chamaram a atenção também o preparo físico e a qualidade nas finalizações do jovem atleta.

“Meu sonho é ir para fora do País, jogar na Europa, em Portugal, quem sabe depois Espanha, Inglaterra”, projeta Israel, que esperava ter sucesso com o União no Campeonato Paulista, mas o time não foi muito longe este ano.

Agora, o lateral direito do Sub-17 recebeu um convite do Leixões Sport Club, de Matosinhos, cidade localizada na região metropolitana do Porto – segunda maior de Portugal depois da Capital Lisboa. Mas tem que se apresentar em meados do mês. O Leixões, fundado em 28 de novembro de 1907, atua em várias modalidades esportivas e se sobressai em três: voleibol, natação e o futebol.

Como ajudar Israel

Para conseguir viajar para concluir o convite feito pelo clube português, uma Vakinha Virtual – com o título Sonho do Israel Rondônia – foi feita para arrecadar R$ 3,5 mil. Com esse dinheiro, Israel poderá completar o convite feito pelo Leixões e conquistar o sonho de ser um jogador de futebol de futebol. Até o momento, já foram arrecadados R$ 1.320,00, 37,71% do valor desejado, ainda distante dos R$ 3,5 mil da meta – quantia necessária para ele viajar e iniciar o trabalho em Portugal.

Para ajudar Israel, com qualquer quantia, basta acessar o link da Vakinha Virtual, pelo https://www.vakinha.com.br/vaquinha/sonho-do-israel-rondonia 

 

Assista ao vídeo apelo feito pelo jovem Israel

Antes de vir para Mogi, Israel jogou no Santos de Rondonópolis