Inscrições abertas para escolas de samba que buscam apoio para desfilar no Carnaval 2020

 

DE MOGI DAS CRUZES – Já estão abertas as inscrições para as escolas de samba que desejam apoio financeiro para participar dos desfiles do Carnaval Mogi das Cruzes 2020. A festa, que está marcada para acontecer no dia 23 de fevereiro do próximo ano (o domingo de Carnaval), contará com a participação de até sete agremiações, sendo até quatro do grupo especial, uma do grupo de acesso e até duas do grupo de retorno.

As inscrições devem ser feitas até o dia 18 de novembro, das 8h às 11h e das 13h às 16h30, de segunda a sexta-feira, no Estúdio Municipal de Áudio e Música (EMAM), situado à Rua Coronel. Souza Franco, 735 – 1º andar, no Centro da cidade. É preciso entregar documentação, que está especificada em edital.

 

Leia o edital

 

A Prefeitura de Mogi das Cruzes, por meio da Secretaria de Cultura e Turismo, destinará até R$ 160 mil para o Grupo Especial, sendo R$ 40 mil para cada agremiação, R$ 20 mil para o Grupo de Acesso (apenas uma agremiação) e R$ 20 mil para o Grupo de Retorno, sendo R$ 10 mil para cada agremiação.

O grupo de retorno engloba a última colocada no desfile de Carnaval de 2019  e/ou escolas antigas, em atividade, que não participaram do Carnaval de 2019, porém querem retornar em 2020, com respaldo de recursos.

A remuneração estará diretamente atrelada ao cumprimento, por parte das escolas de samba, do Programa de Carnaval 2020. Para cada atividade prevista no programa, há também um valor a ser destinado. Logo, só receberão os valores cheios as escolas que participarem integralmente do programa.

Entre as atividades previstas no programa, estão a realização de eventos para a captação de recursos e a entrega, com datas pré-estipuladas, de itens e informações estruturais para os desfiles, como enredo, samba-enredo, fotos ou croquis de figurinos, alas, carros alegóricos e fantasias. As escolas também precisarão fazer atualização de documentação, comprovar a execução do que estava previsto semanas antes dos desfiles, apresentar laudos para os carros alegóricos e, por fim, cumprir com a data de retirada dos carros alegóricos da Avenida Cívica e adjacências.

Para terem direito ao apoio financeiro, as escolas terão de passar por uma seleção, que será feita em duas etapas. A primeira delas é a análise documental, em que é preciso constar toda a documentação exigida em edital. Caso contrário, a agremiação será eliminada. A segunda etapa é referente à participação da agremiação nos Programas de Carnaval dos anos de 2017 e 2019.

Uma comissão será formada especificamente para essa finalidade e, além dos critérios acima descritos, também será levado em consideração o diálogo que a escola de samba mantém com a comunidade onde está inserida, por meio de ações que devem não só der realizadas, como também comprovadas.

A previsão da Secretaria de Cultura e Turismo é que os recursos para as escolas de samba aprovadas sejam transferidos entre dezembro de 2019 e março de 2020.

Mais informações devem ser obtidas no edital de seleção ou então na Secretaria de Cultura e Turismo, pelo telefone 4798-6900.