Imóveis desocupados e com muita sujeira geram reclamações a moradores na Rua Presidente Campos Salles, em Mogi das Cruzes

Reportagem do CORREIO INDEPENDENTE flagrou três imóveis com muito lixo em um trecho de 50 metros

 

PAULO QUARESMA – DO CORREIO INDEPENDENTE – Imagine imóveis fechados, para alugar, repletos de lixo, resto de entulhos, e em um deles até barracas improvisadas ocupadas por pessoas em situação de rua. Pois isso foi flagrado pela reportagem do CORREIO INDEPENDENTE em apenas um trecho de pouco mais de 50 metros em uma das principais vias de Mogi das Cruzes, a Rua Presidente Campos Salles – no Jardim Santista.

Foram três imóveis nessas condições, num trecho entre as ruas Coronel Santos Cardoso e Rua Fausta Duarte Araújo. Vizinhos, que conhecem os proprietários, e pedem para não serem identificados, dizem que desde que os imóveis ficaram vagos, há acúmulo de lixo orgânico, restos de construção, de mudança, papelão, entre outros. Até mato já está crescendo no meio do lixo.

Na esquina da Campos Salles com a Fausta Duarte de Araújo um deles – onde funcionou uma clínica médica – é o exemplo do absurdo. Nele há de tudo. Muitas pichações, restos de móveis, roupas, lonas, mato, colchões, e tudo o mais, como mostra a foto acima.

Os vizinhos reclamam que enquanto mantém seus imóveis, áreas e calçadas limpas, são obrigados a conviver com essas situações, e acham um absurdo ao lado existirem locais insalubres, criadouros de animais peçonhentos, mosquitos, com mau cheiro, etc. E perguntam se há possibilidade de a Prefeitura limpar os locais e depois enviar a conta aos proprietários. Para eles, com a crise causada pela pandemia do novo Coronavírus, centenas de imóveis espalhados pela cidade estão vagos, e podem ter o mesmo tipo de problema.

 

Resposta da Prefeitura

Por meio da Coordenadoria de Comunicação, a Prefeitura de Mogi das Cruzes enviou a seguinte resposta: “A Secretaria Municipal de Segurança informa que uma equipe de fiscalização vai ao local e, constatada a irregularidade, o responsável pelo imóvel será notificado para realizar a limpeza em 30 dias, de acordo com a legislação.

A legislação municipal também determina que os imóveis estejam fechados com muro ou cerca. Em caso de desconformidade, os proprietários também serão notificados a regularizar a situação.

Denúncias pelo telefone 156, da Ouvidoria Geral.

Valores de multas às quais responsáveis por imóveis estão sujeitos:
4 UFMs para limpeza de calçada
6 UFMs para terreno sujo
8 UFMs para falta de muro ou calçamento
Valor da UFM: R$ 179,76”.