Hospital Municipal de Mogi: 5 anos e 1,5 milhão de atendimentos

 

DE MOGI DAS CRUZES – Em cinco anos de operação, o Hospital Municipal de Mogi das Cruzes (HMMC) realizou 1.590.041 atendimentos, de acordo com balanço divulgado após a celebração da Missa de Ação de Graças pelo aniversário da unidade, realizada nesta sexta-feira (14/06). A missa em comemoração pelo 5° aniversário foi presidida pelo bispo diocesano de Mogi das Cruzes, Dom Pedro Luiz Stringhini, com a participação do vigário-geral, padre Antonio Robson Gonçalves.

O secretário municipal de Saúde, Francisco Moacir Bezerra de Melo Filho, elogiou o trabalho desenvolvido na unidade. “Nosso hospital completou cinco anos e temos uma infinidade de serviços disponíveis para a população. O setor de saúde cresceu muito em Mogi, só para ter uma ideia, mais de 20% das pessoas atendidas na cidade são de outras cidades”, acrescentou. O gerente corporativo de Operações da Pró-Saúde, Paulo Viol, agradeceu à equipe do HMMC pelos números alcançados. “Foram inúmeras conquistas nos últimos cinco anos, resultado da dedicação de profissionais comprometidos com a nossa missão, de promover uma gestão qualificada para os nossos pacientes“, ressaltou.

Desde a inauguração, o Pronto Atendimento Infantil 24h do HMMC, que atende crianças de zero a 12 anos, realizou 364.903 consultas de urgência e emergência. Outro número que se destaca é do Ambulatório de Especialidades que registrou 220.652 atendimentos. No período, o Serviço de Apoio de Diagnóstico Terapêutico (SADT) contabilizou 945.914 exames. O hospital também foi responsável por 18.264 internações e 7.172 cirurgias de baixa e média complexidade. Já as consultas não médicas, que englobam os atendimentos de Enfermagem, Serviço Social e Psicologia, resultaram em 33.136 atendimentos.

O índice de satisfação dos pacientes, medido pelo Serviço de Atendimento ao Usuário (SAU), também chama a atenção. A pesquisa indica que a aprovação geral do hospital é de 96%, da Internação chega a 98% e do Pronto Atendimento Infantil é de 85%, enquanto a Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) alcançou 100%. “Isso reflete o pensamento da diretoria estatutária e do nosso presidente Dom Eurico dos Santos Veloso. Queremos que aqueles que são atendidos em nossas unidades sintam esse diferencial. Para mim é o índice que justifica todo nosso trabalho desses cinco anos”, destacou o primeiro vice-presidente da Pró-Saúde, padre Robson.

 

Missa solene marcou os cinco anos de fundação do Hospital Municipal de Mogi das Cruzes (foto: Divulgação/PMMC)

Estrutura

O Ambulatório de Especialidades disponibiliza diversas consultas com especialistas, são elas: Ginecologia, Cirurgia Geral, Otorrino, Vascular, Urologia, Clínico Geral, Cardiologia e Anestesista. Os agendamentos são feitos por meio do SIS 160. A Unidade, oferece ainda, exames laboratoriais, de anatomia patológica, radiologia, ultrassonografia, endoscopia, colonoscopia, tomografia, ecocardiograma e eletrocardiograma.

Ao todo, o HMMC tem 69 leitos de internação para homens, mulheres e crianças. Além de 10 leitos na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) Adulta. O Centro Cirúrgico hospital está preparado para realizar cirurgias de pequeno e médio porte. As mais procuradas são de hérnia, vesícula e varizes.

 

Sustentabilidade

A estrutura do HMMC foi projetada para ser sustentável. A Unidade conta com uma cisterna com capacidade para armazenar 41 mil litros de água de chuva. O volume é utilizado nas descargas dos sanitários do hospital. As torneiras e chuveiros, também contam com dispositivos de redução de consumo que propiciaram a economia de 5,4 milhões de litros de água potável nos últimos anos.

Pelas práticas sustentáveis, o hospital recebeu o Prêmio Amigo do Meio Ambiente, em 2015 e o Prêmio 2020 Challenge Climate Champion Awards, pela participação da campanha Desafio 2020 – A Saúde pelo Clima, conquistado em 2016 e 2017.

 

Qualidade

Os resultados alcançados pelo HMMC podem ser medidos pelas certificações conquistadas ao longo dos cinco anos. A Unidade conta com o segundo nível de Acreditação, ONA 2 – Pleno, concedido ao hospital que atende os critérios de segurança do paciente em todas as áreas, o que inclui aspectos estruturais e assistenciais, além de utilização de processos integrados e plena comunicação das atividades. O selo foi concedido em 2017 e renovado em 2018.

A Unidade já havia conquistado em 2015 a certificação ONA 1 – Acreditado, selo que foi renovada em 2016. O reconhecimento ocorreu apenas nove meses após o início da operação plena do HMMC.

A UTI do HMMC também merece destaque nas comemorações. Desde 2016, o setor recebe o selo de qualidade e desempenho entregue pela Associação de Medicina Intensiva Brasileira (AMIB). O reconhecimento ocorre pelo fato da unidade realizar o gerenciamento dos indicadores de qualidade e desempenho, em acordo com o que determina a Resolução da Diretoria Colegiada (RDC) n° 7 da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). A certificação coloca a UTI da Unidade entre as de alta performance do Brasil.