GCM de Mogi e família são alvos de bandidos, no Alto Ipiranga, consegue se desamarrar, reage e atira em um deles

 

PAULO QUARESMA – DO CORREIO INDEPENDENTE – Quatro criminosos fizeram um guarda municipal de Mogi das Cruzes e sua família reféns na madrugada desta sexta-feira (29/11) e invadiram a casa deles no Alto do Ipiranga, região nobre da cidade. Ele conseguiu se desamarrar e balear pelo menos um dos criminosos. Os outros três conseguiram fugir. Os bandidos aproveitaram a volta do GCM para casa para invadir a residência e praticar o crime.

De acordo com a Polícia Militar, o GCM mogiano voltava após levar a esposa para o trabalho. Ao retornar e guardar o carro na garagem foi surpreendido pelos bandidos. Ele foi amarrado com um cadarço de tênis e um blusão e foi levado para dentro da residência e feito refém com outros familiares.

Rapidamente o quarteto criminoso começou a colocar pertences dentro do veículo da vítima, e também encontraram a chave da motocicleta do GCM. Para a surpresa dos quatro, o guarda municipal conseguiu se desamarrar, deu voz de prisão aos bandidos quando saíam da residência com o carro e a moto dele atirou quando um reagiu. Mesmo assim, o bandido baleado conseguiu fugir na moto, enquanto os outros comparsas saíram em disparada como carro do guarda.

Mais tarde, o próprio GCM encontrou a sua motocicleta caída na Rua Jardelina Almeida Lopes – uma via extensa que liga vários bairros da região do Alto do Ipiranga (foto abaixo). O veículo tinha marcas de sangue do bandido. A polícia acredita que além do que fugiu com a moto, outro bandido também tenha sido atingido. Policiais militares encontraram o carro roubado. Ele estava com a porta traseira esquerda aberta, com manchas de sangue no banco, no solo e pela lataria (foto acima).

De acordo com a polícia, o assaltante baleado pelo GCM foi socorrido em um pronto´socorro de Ermelino Matarazzo, bairro da Zona Leste de São Paulo, localizado entre São Miguel Paulista e Cumbica. Lá ele foi preso pela Polícia Militar. O criminoso confessou que participou do roubo na casa do GCM em Mogi. Ele segue internado em estado estável de saúde.

 

Polícia Civil

De acordo com policiais do 62º DP de Ermelino Matarazzo, a suspeita é de que o grupo seja especializado em roubos a residência, e que atuam durante o dia na Zona Leste paulistana e á noite em cidades do Alto Tietê – região colada à essa região de São Paulo, incluindo Mogi das Cruzes. A polícia ainda acredita que os mesmos bandidos possam estar envolvidos em uma troca de tiros que deixou um policial ferido na Zona Leste de São Paulo.

 

Fotos: Polícia Militar / Divulgação