Fiscalização paralisa funcionamento de loja de roupas e calçados

Loja funcionava em uma casa em avenida do Mogi Moderno

 

DE MOGI DAS CRUZES –

A Prefeitura de Mogi das Cruzes paralisou, na tarde desta quinta-feira (21/05), as atividades de uma loja de roupas e calçados, em uma casa na avenida Presidente Getúlio Vargas, no Mogi Moderno. A ação foi realizada pelo Departamento de Fiscalização de Posturas, da Secretaria Municipal de Segurança, após o recebimento de denúncias.

No local, foram flagrados no portão cartazes informando do funcionamento do local, com a orientação para tocar a campainha do imóvel. O comércio de roupas e calçados pode fazer a comercialização de produtos, mas no sistema de entrega ao consumidor.

Desde o início das restrições sociais para o combate à pandemia de Covid-19 e à disseminação do novo coronavírus, as equipes do Departamento de Fiscalização de Posturas vem acompanhando e orientando sobre o funcionamento dos estabelecimentos comerciais. De acordo com o último balanço fechado pela Secretaria de Segurança, 864 estabelecimentos tiveram atividades paralisadas.

O Departamento de Fiscalização de Posturas também está percorrendo a cidade para fazer a orientação sobre a obrigatoriedade de utilização de máscaras de proteção facial, que é válida para todo o estado de São Paulo. As equipes já percorreram os estabelecimentos comerciais autorizados a funcionar dos principais corredores da área urbana de Mogi das Cruzes, entregando material orientativo e uma notificação prévia sobre a obrigatoriedade.

Agora, o trabalho será ampliado para as regiões mais distantes da região central da cidade, seguindo a mesma diretriz de priorizar a orientação da população e dos comerciantes.

Denúncias sobre desrespeito às restrições de funcionamento de estabelecimentos durante a quarentena ou sobre não utilização de máscaras podem ser feitas pelo telefone 153.