Expresso Leste-Mogi já funciona das 9h às 15h sem baldeação em Guaianases. Aos finais de semana não haverá transferência de trens

PAULO QUARESMA – DO CORREIO INDEPENDENTE * – Com a presença do secretário estadual de Transportes Metropolitanos, Alexandre Baldy, e o presidente da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM), Pedro Tegon Moro, começaram a funcionar a partir desta segunda-feira (04/02), na Linha 11-Coral, o chamado Expresso Leste-Mogi – das 9h às 15h, de segunda a sexta-feira, com viagens diretas entre as estações Estudantes, em Mogi das Cruzes, e Luz, em São Paulo, sem a necessidade de baldeação em Guaianases. O prefeito Marcus Melo participou na manhã desta segunda-feira (04/02) do lançamento do Expresso Leste-Mogi.

Aos finais de semana, todas as viagens entre Estudantes e Luz serão diretas, também sem a necessidade de transferir de trens em Guaianases.

Segundo o secretário Baldy, o objetivo é aumentar esse horário com trens diretos, mas ele evitou estipular prazos. “Não vou determinar prazos, pois isso depende de várias observações que a CPTM fará, mas deve ser em alguns meses”,  disse. O secretário frisou que nesse período serão avaliadas as dificuldades e o que será necessário fazer para que quando os trens diretos passem a circular em horários ampliados”.

“O Expresso Leste é uma demanda da população de Mogi das Cruzes e é necessário que possamos implantá-lo de maneira responsável para ter êxito total, atingindo o horário de pico que é nosso objetivo final. Estamos iniciando nos horários de menor demanda para fazer todos os reconhecimentos necessários. Acreditamos que nos próximos meses possamos estar em todos os horários, inclusive no pico”, completou o secretário Baldy.

A nova operação representa mais 120 viagens diretas por dia útil, sem a necessidade da baldeação de trens em Guaianases. No trecho entre as estações Estudantes e Guaianases, a Linha 11 transporta cerca de 200 mil passageiros por dia.

“A vinda do Expresso Leste é uma conquista para a cidade. Este é um momento de agradecer ao Governo do Estado pela oportunidade e a atenção que teve com a cidade. É um serviço que permite ao trabalhador que se desloque com mais conforto e rapidez”, destacou Marcus Melo, que acompanhou o secretário na primeira viagem do novo serviço até a estação Luz.

Para Pedro Moro, presidente da CPTM, nessas viagens entre as 9h e 15h a companhia continuará realizando diversos testes até que todas as necessidades e os problemas que deverão ser encontrados sejam equacionados. “Nos horários de picos precisaremos melhorar a distribuição de energia, que move as composições, para a partir daí estipularmos uma data para que as viagens entre Estudantes e Luz sejam feitas no horário pleno”.

Preparação

O funcionamento do Expresso Leste até Mogi das Cruzes foi tema de uma reunião realizada no último dia 17 de janeiro, com a participação do secretário Baldy, do prefeito Marcus Melo, do deputado federal Marco Bertaiolli e do presidente da Câmara Municipal, Sadao Sakai.

Para o lançamento do novo serviço, a CPTM realizou testes durante os fins de semana de janeiro, incorporou novos trens à frota da Linha 11-Coral, promoveu adequações nas estações e treinou equipe de maquinistas.

A eliminação da transferência entre trens em Guaianases é uma antiga reivindicação da população do Alto Tietê. Após Guaianases, no sentido Mogi, o ramal conta com nove estações até Estudantes, a parada final. No trajeto, a média diária é de cerca de 200 mil passageiros transportados.

Implantado no ano de 2000, o trecho do Expresso Leste conta com sete estações, em uma extensão de 21,9 km. Porém, é o ramal mais carregado, com cerca de 515 mil passageiros/dia útil.

Estação Mogi das Cruzes

 

Outro assunto abordado durante a visita do secretário estadual de Transportes Metropolitanos e do presidente da CPTM foi a construção da nova Estação Mogi das Cruzes da companhia. “Estamos desenvolvendo os projetos executivos para que a obra possa ser contratada”, explicou Pedro Tegon Moro.

A nova estação Mogi das Cruzes, que seria construída nas proximidades do Terminal Central e faz parte das obras de requalificação urbana da região da praça Sacadura Cabral. No projeto inicial, a estação será deslocada em cerca de 150 metros e ficará em frente ao Terminal Central, de onde partirá uma passarela para que os usuários acessem as plataformas ou atravessem a linha férrea. A nova Estação Mogi das Cruzes terá ligação com o terminal de ônibus por meio de uma passarela. A nova estação também terá acesso à nova praça que será formada com a passagem subterrânea. Ainda estão previstos estacionamento e bicicletários.

Também participaram do lançamento do Expresso Leste-Mogi os deputados estaduais Marcos Damásio, Estevam Galvão de Oliveira, Luiz Carlos Gondim e Rodrigo Gambale, o prefeito de Suzano, Rodrigo Ashiuchi, e os vereadores Antonio Lino, Edson Santos e Jean Lopes, além de secretários municipais.

 

 

(*) Com informação da Assessoria de Imprensa da Prefeitura de Mogi

Foto de destaque: O prefeito Marcus Melo, o secretário Alexandre Baldy, o presidente da CPTM, Pedro Moro, e o presidente da Câmara, Sadao Sakai, participaram da viagem do Expresso Leste-Mogi (Ney Sarmento/PMMC)

 

RELEMBRE REPORTAGEM SOBRE REUNIÃO EM SÃO PAULO QUE DISCUTIU O EXPRESSO LESTE EM TODOS OS HORÁRIOS DE ESTUDANTES, MOGI, A LUZ, SÃO PAULO