Exposição “A Cultura Japonesa” é aberta no hall da Prefeitura de Mogi das Cruzes

 

DE MOGI DAS CRUZES – O prefeito Marcus Melo participou, na tarde desta quinta-feira (14/11), da abertura da mostra “A Cultura Japonesa”, no hall de eventos do prédio-sede da Prefeitura de Mogi das Cruzes. A exposição faz parte das comemorações do centenário da imigração japonesa em Mogi das Cruzes e ficará aberta para visitação até o dia 12 de dezembro. São cerca de 100 itens a mostra, simbolizando relevantes momentos históricos, além de ícones culturais do Japão.

“Vim para reforçar meu respeito à comunidade japonesa nesses 100 anos de permanência na nossa cidade. A colônia japonesa tem uma grande relevância para Mogi, tanto em termos históricos, como culturais, a partir de valores como o respeito, a ordem e a dedicação. Só temos a agradecer ao povo japonês e fica aqui, com essa mostra, uma pequena demonstração da admiração que a Prefeitura e todos nós temos por esse legado”, destacou o prefeito.

A mostra foi montada a partir da colaboração de famílias e entidades que representam a comunidade nipo-brasileira. Todos contribuíram com peças e, assim, a exposição ganhou corpo. Foram vários apoiadores, como Bunkyo, Associação Casarão do Chá, Associação dos Agricultores de Cocuera, Província Carmelitana, Instituto Pró+Vida e família Miyazaki.

Durante a abertura, o prefeito, ao lado do vice-prefeito, Juliano Abe e da presidente do Fundo Social de Mogi, Karin Melo, participaram da cerimônia do chá, que é tradicional na cultura japonesa e simboliza harmonia, respeito e pureza.

O presidente do Bunkyo, Frank Tuda, também participou da abertura da exposição. “É uma grande alegria ver que o nosso povo não esquece suas raízes. Até quem não é descendente japonês, aqui em Mogi carrega consigo um pouco de nossas tradições. Me orgulho por fazer parte dessa história, iniciada por meus antepassados, que vieram atrás de uma vida digna para suas famílias e contribuíram para o desenvolvimento de nossa cidade”, pontou, agradecendo também à Prefeitura pelo apoio, via Lei de Incentivo à Cultura, de eventos que fomentam, valorizam e preservam a memória da cultura japonesa, como o Furusato Matsuri e o Akimatsuri.

A cerimônia também contou com a presença do secretário municipal de cultura e Turismo, Mateus Sartori e de representantes da colônia japonesa na Câmara Municipal, os vereadores Sadao Sakai e Carlos Miyake.

A exposição ficará aberta conforme os horários de funcionamento do prédio da Prefeitura. Ou seja, de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h.

Fotos: Ney Sarmento / PMMC