Está aberto mais um edital para gravação de áudio e produção fonográfica no EMAM

 

DE MOGI DAS CRUZES – Está aberto, a partir desta sexta-feira (12/04), mais um edital para gravação de áudio e produção fonográfica no Estúdio Municipal de Áudio e Música (EMAM). As inscrições podem ser feitas até o dia 19 de maio, pessoalmente na sede da Secretaria Municipal de Cultura e Turismo.

São quatro modalidades abrangidas por este edital: CD autoral (4 projetos), CD cover (2 projetos), acessibilidade literária (2 projetos) e CD artista mirim (2 projetos).

Veja o edital

A novidade fica por conta dessa última modalidade, até então não contemplada em editais passados. Ela destina-se a artistas com idade entre 7 e 15 anos e prevê gravação de CD de repertório autoral ou cover, contendo até 10 faixas sonoras, com direito a 80 horas de estúdio para gravação, mixagem e masterização.

No caso das modalidades CD autoral e CD cover, cada projeto contemplado poderá gravar até 10 faixas e terá direito a 100 horas de estúdio. O total de horas disponibilizadas foi ampliado em relação a editais anteriores, que davam direito a 90 horas.

Já a modalidade acessibilidade literária prevê 30 horas de estúdio para gravação e locução. Ela é destinada à gravação em CD de audiolivros ou audiopoemas, sejam eles autorais, de domínio público ou de terceiros, visando dar acessibilidade a deficientes visuais.

Os interessados em se inscrever devem procurar a Secretaria Municipal de Cultura e Turismo, que fica na rua Coronel Souza Franco, 795, no Centro, de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h. Só podem se inscrever pessoas físicas que comprovadamente moram na cidade há pelo menos dois anos e previamente cadastradas no sistema de mapeamento e cadastro de artistas e profissionais de arte, cultura e turismo

Cada proponente poderá inscrever até dois projetos, porém somente um poderá ser contemplado. Artistas que já tenham sido contemplados em editais anteriores do EMAM estrão impedidos de se inscrever neste edital.

Durante o período de inscrição, a Secretaria de Cultura e Turismo fará uma oficina com orientações para todos os interessados, seguindo o programa de formação que também é realizado, por exemplo, com editais do PROFAC. O objetivo é sanar dúvidas e auxiliar as pessoas na formatação e inscrição de seus projetos, de forma que eles tenham mais chances de aprovação.

O processo de análise dos projetos inscritos será feito por uma comissão julgadora, composta por membros da Secretaria de Cultura e Turismo e também profissionais de notório conhecimento nas áreas abrangidas pelo edital. Além da apresentação de toda a documentação necessária, servirão como critérios de avaliação o tempo de experiência do artista ou grupo, a capacidade técnica da equipe envolvida e a relevância do projeto inscrito. A previsão é que a relação de projetos habilitados seja divulgada no dia 22 de maio.

O EMAM é o primeiro estúdio público de gravações da cidade. Desde que foi inaugurado, em 2015, ele já foi responsável pela gravação de 54 projetos e tem outros 10 em fase de finalização, que devem ser lançados durante a programação do Festival de Inverno Serra do Itapety 2019.

 

Foto: Guilherme Berti/ PMMC