Doria cria novo Choque na Capital e mais 2 Baeps no interior; e no Alto Tietê? Além de promessas, por enquanto nada

24 horas após publicação desta matéria, prefeito mogiano foi a SP discutir com autoridades da Segurança implantação do Baep na cidade

 

PAULO QUARESMA – DO CORREIO INDEPENDENTE * – Mais uma vez o cidadão assiste a criação de novas unidades especializadas da Polícia Militar – em várias cidades paulistas, mas nada ainda confirmado e sacramentado de forma oficial para o Alto Tietê – região que ocupa a porção leste da Grande São Paulo, a não ser promessas de políticos (leia mais abaixo). Nesta segunda-feira (26/06), foram anunciados, sim, um novo Batalhão de Choque para a Capital e dois novos Batalhões de Ações Especiais (Baeps) , mas no interior.

Essas unidades, Batalhões de Choque ou Baesps, foram criadas pelo governo estadual, para combater o crime de maneira mais ostensiva, e o Alto Tietê já precisa de um. Embora haja uma expectativa de que a área do antigo posto da Polícia Rodoviária, em Jundiapeba, seja sede do Baep do Alto Tietê, até agora não há qualquer oficialização sobre isso. Nessa área, na Avenida Lourenço de Souza Franco – trecho da antiga SP-66 – a Prefeitura de Mogi das Cruzes irá construir o Polo de Segurança de Jundiapeba – já antevendo a instalação do Baep. Mas tudo ainda é expectativa, promessas e nada de confirmação.

Coincidência, ou não, 24 horas depois da publicação deste texto – na tarde desta quarta-feira (28/08) o prefeito de Mogi, Marcus Melo, esteve na Capital com o secretário estadual de Segurança Pública, general João Camilo Pires de Campos. Durante o encontro, foi discutida a implantação de um Batalhão de Ações Especiais da Polícia (Baep) na cidade. Mas ainda não há nenhum tipo de confirmação, incluindo datas, por parte do Estado.  (leia matéria completa abaixo)

Em uma nota lacônica, a assessoria de imprensa da Secretaria de Segurança do Estado de São Paulo respondeu ao CORREIO INDEPENDENTE confirmando tudo o que está nesta reportagem, acrescentando que “até o fim de 2022, serão instalados 22 Baeps em todo o Estado.”

Fora essas duas novas unidades (Piracicaba e Ribeirão Preto, leia mais abaixo), o Estado de São Paulo possui, atualmente, nove Baeps em funcionamento nas cidades, de Campinas, Santos, São José dos Campos, São Bernardo do Campo, Presidente Prudente, São José do Rio Preto, Barueri e zonas leste e central da Capital. Esses nove batalhões, de janeiro a julho deste ano, detiveram mais de 3 mil pessoas, além de apreender 365 armas e 3,1 toneladas de drogas.

A ampliação das unidades vai ao encontro da promessa de governo para instalação de 22 novas unidades especializadas em São Paulo. Entre essas restantes estaria a de Mogi das Cruzes e Alto Tietê. Este mês, o comandante da Polícia Militar do Alto Tietê, coronel Wagner Tadeu da Silva Prado, disse à imprensa que que a planta para construção do Baep em Jundiapeba já estava desenhada e teria sido encaminhada para aprovação.

______________

Enquanto Mogi e região esperam, Capital e interior são reforçados

Na última segunda-feira (26/08), o Governo de São Paulo (leia-se João Dória Jr) criou mais três unidades especializadas da Polícia Militar. Com o ato, publicado no Diário Oficial do Estado no dia seguinte (27/08), a instituição passará a contar, na Capital, com o 5° Batalhão de Policiamento de Choque – Canil; e nas regiões de Piracicaba e Ribeirão Preto com os 10° e 11° Batalhões de Ações Especiais de Polícia (Baeps), respectivamente.

Na Capital, a nova unidade ampliará as funcionalidades do Comando do Choque, sendo responsável pela organização e doutrina com cães em todo o Estado. Integrarão o 5° BPChq mais de 200 policiais militares, com o apoio de 55 viaturas e 60 cães que serão doados.

Os profissionais serão voluntários de todas as unidades da PM que estão passando por entrevistas de análise de perfil para a atividade e passarão por um treinamento com duração de 60 dias e os cães por outro pelo período de um ano. O novo Batalhão de Choque ficará sediado na zona norte da capital paulista.

No Estado, a PM conta com o emprego de cães há mais de 60 anos e, atualmente, tem em seu efetivo canino 296 animais das raças pastor Alemão, pastor Belga Malinois, pastor Holandês, Santo Humberto, Rottweiler e Labrador. Até agosto deste ano, os trabalhos das equipes do Canil já resultaram em 36 prisões e na apreensão de 31 armas e 3,5 toneladas de drogas.

 

Novos Baeps

As unidades especializadas foram criadas para combater o crime de maneira mais ostensiva em todo o Estado, já que as equipes atuam de forma semelhante aos padrões do policiamento de Choque.

O 10° Baep será implantado na região de Piracicaba e contará com três grupos do Canil – um na cidade e os outros dois em Rio Claro e Sumaré. A região de Ribeirão Preto receberá o 11° Baep, que além de cinco grupos do Canil, distribuídos na cidade e nos municípios de Araraquara, Franca, Barretos e Sertãozinho, também terá um grupo Montado. Ambas as unidades contarão com um efetivo de mais de 250 PMs, com apoio de forte armamento e 30 viaturas.

A previsão é que os trabalhos tenham início em dezembro deste ano. Para isso, os policiais que integrarão os novos batalhões passarão por treinamento com cerca de um mês de duração que abrange treinamento de choque padrão “Rota”, com atividades de patrulhamento tático, gerenciamento de crises, negociação de reféns e busca e localização de artefatos explosivos.

 

Caep em Taubaté

No dia 29 de junho, o Governo do Estado de São Paulo inaugurou a 3° Companhia de Ações Especiais de Polícia (Caep), em Taubaté. A unidade, que atua na região de São José dos Campos, é subordinada ao 3° Batalhão de Ações Especiais de Polícia (Baep), atuando em toda a área do Comando de Policiamento do Interior 1 (CPI-1), que abrange 39 municípios. Desde o início das atividades até ontem, a unidade já deteve 71 pessoas, apreendeu 24,2 quilos de drogas e retirou 15 armas das ruas.

______________

General João Camilo Pires de Campos recebeu o prefeito Marcus Melo, os secretários Paulo Roberto Madureira Sales (Segurança), Daniel Teixeira de Lima (Verde e Meio Ambiente) e o presidente da Câmara, Sadao Sakai

 

Prefeito e secretário estadual de Segurança ‘discutem’ implantação de Baep em Mogi

O prefeito Marcus Melo se reuniu, na tarde desta terça-feira (28/08), com o secretário estadual de Segurança Pública, general João Camilo Pires de Campos. Durante o encontro, realizado em São Paulo, foi discutida a implantação de um Batalhão de Ações Especiais da Polícia (Baep) em Mogi das Cruzes. Pela manhã, Melo esteve no Palácio dos Bandeirantes e foi recebido pelo secretário estadual de Desenvolvimento Regional, Marco Vinholi.

A intenção da Prefeitura é que o Baep seja implantado no Polo Municipal de Segurança, que está sendo construído no distrito de Jundiapeba e deverá ser entregue no primeiro semestre do ano que vem.

“Nós trouxemos a planta do local onde pretendemos que seja instalado o Baep e continuamos trabalhando para que essa unidade seja implantada. Estamos buscando essa unidade para melhorar a segurança pública e atender a uma das principais demandas da população”, destacou Marcus Melo, que esteve acompanhado dos secretários municipais Paulo Roberto Madureira Sales (Segurança) e Daniel Teixeira de Lima (Verde e Meio Ambiente), além do presidente da Câmara de Mogi das Cruzes, Sadao Sakai.

Com investimento de R$ 1,1 milhão, o Polo de Segurança deverá receber o Baep de Mogi das Cruzes. A estrutura também terá base da Guarda Municipal, Centro de Formação e Treinamento, inclusive com local para a prática de tiro, e espaço para o canil da Guarda Municipal. Os trabalhos já têm 12% de seu cronograma concluído e a empresa responsável está iniciando as fundações das obras.

Os Baeps foram criados pelo Governo do Estado para combater o crime de maneira mais ostensiva. Nas unidades especializadas, as equipes atuam de forma semelhante aos padrões do policiamento de Choque. Em fevereiro, Marcus Melo já havia solicitado a implantação de uma unidade em Mogi das Cruzes em reunião com o secretário estadual de Segurança Pública, general João Camilo Pires de Campos.

Investimento em segurança em Mogi

A implantação de um Baep em Mogi das Cruzes é mais uma conquista para a melhoria da segurança pública em Mogi das Cruzes. Nos últimos anos, a Prefeitura vem ampliando sua atuação na área e investindo no fortalecimento do trabalho da Guarda Municipal, que trabalha em conjunto com as Polícias Militar e Civil.

Entre os investimentos realizados estão a aquisição de 27 novas viaturas, entre automóveis e motocicletas, o que permitiu dobrar o número de veículos em operação na cidade. A corporação também recebeu, no mês de março, 40 novos guardas municipais. Outros 40 agentes estão em fase de contratação.

A corporação também está recebendo novas estruturas, como o Polo Municipal de Segurança, e a base da praça Oswaldo Cruz, que terá uma central de monitoramento para as câmeras do Centro.

Outra ação importante é a ampliação do monitoramento por câmeras na cidade. Este trabalho compreende a instalação de 40 novas câmeras de monitoramento e, com isso, o número de equipamentos em ruas, avenidas e praças passou de 56 para 96.

*Com assessorias de imprensa do Governo do Estado e da Prefeitura de Mogi das Cruzes