2 são presos pela PM com 150 cartões clonados em Suzano. Um terceiro fugiu

Criminosos ofereceram R$ 5 mil para não serem detidos e também foram indiciados por corrupção ativa

 

PAULO QUARESMA – DO CORREIO INDEPENDENTE – A Polícia Militar prendeu, na tarde de quarta-feira (30/10), um pedreiro, de 32 anos, e um eletricista, de 25, em posse de 150 cartões clonados dentro de um estabelecimento comercial na Avenida Jáguari, no Boa Vista, zona norte de Suzano – município que integra o Alto Tietê – região que ocupa a porção leste da Grande São Paulo. Um terceiro bandido fugiu.

Uma equipe do do 3º Pelotão, da 4ª Cia. do 32° Batalhão de Polícia Militar Metropolitano (BPM/M) foi informada sobre dois suspeitos que tentavam realizar saques no caixa eletrônico de um supermercado. Logo após receberem a denúncia os policiais foram ao local e detiveram a dupla antes que efetuassem as transações.

O terceiro comparsa da dupla conseguiu fugir em um carro GM modelo Celta, com placas de Itaquaquecetuba, também no Alto Tietê.

Com eles os policiais militares aprenderam ainda dois aparelhos celular e a quantia de R$ 30,00.

Os cartões, bem como dois aparelhos celulares, foram apreendidos para perícia. A dupla foi encaminhada ao 2º Distrito Policial de Suzano, também no Boa Vista, e indiciada por tentativa de estelionato e corrupção ativa, já que os dois homens ofereceram R$ 5 mil para serem soltos durante o trajeto até a delegacia. Para o delegado, de cara eles disseram que encontraram os cartões bancários em um lixão, depois, percebendo que a desculpa não colou, confessaram que só faziam as clonagens e, por último admitiram que foram até os terminais bancários do supermercado para fazerem saques, e que não conseguiram nenhuma quantia.

Eles permaneceram à disposição da Justiça e já têm passagem anterior por roubo.

Foto: Polícia Militar e WhatsApp