Suzano tem hoje ‘Dia D’ de vacinação. Poá também imuniza neste sábado

Em Suzano será no Parque Max Feffer, das 9 às 16 horas; em Poá vacinação será na Praça Sto Antônio

 

A Secretaria de Saúde de Suzano realizará neste sábado (17/02), das 9 às 16 horas, o “Dia D” da campanha de vacinação contra a febre amarela no município. A ação ocorrerá no Centro de Formação de Atletas Maurice Bou Assi, localizado nas dependências do Parque Municipal Max Feffer (entrada pela avenida Brasil, s/n, Jardim Imperador), onde ainda haverá outras ações voltadas à saúde e ao bem-estar da população. Ao todo, 10 mil doses fracionadas estarão disponíveis.

O “Dia D” terá a participação de cerca de 50 profissionais da rede municipal de saúde, que farão a triagem dos interessados em tomar a vacina contra a febre amarela. Também haverá testagens rápidas de HIV, sífilis e hepatites B e C – por parte do Serviço de Atendimento Especializado/Centro de Testagem e Aconselhamento (SAE/CTA) –, aferição de pressão arterial, glicose e outros exames, orientação do setor de Controle de Zoonoses sobre combate ao mosquito Aedes aegypti, serviços odontológicos e uma barraca de geração de renda dos pacientes do Centro de Atenção Psicossocial (Caps).

A vacina não será destinada a pessoas que já receberam a dose completa ou a dose fracionada nos últimos oito anos, gestantes, mulheres que estão amamentando, pacientes em tratamento contra câncer ou com o sistema imunológico comprometido, bebês com menos de nove meses de idade e adultos com mais de 60 anos sem recomendação médica. Para ser imunizado, o interessado deverá apresentar um documento de identidade com foto, comprovante de endereço e carteira de vacinação (se possível).

Para o secretário municipal de Saúde, Luis Cláudio Guillaumon, esta é uma grande oportunidade para a população de Suzano. “No primeiro momento, direcionamos nossos esforços em imunizar os moradores das áreas com recomendação do governo do Estado. Agora, podemos trabalhar de maneira mais adequada para a população de Suzano como um todo, sem necessidade de correr aos postos”, explicou.

A iniciativa do “Dia D” integra a segunda etapa da vacinação contra a febre amarela, realizada no município desde 7 de fevereiro. Nesta fase, foram distribuídas doses em três pontos da cidade. Desde o final de dezembro, mais de 132 mil pessoas já foram vacinadas.

Fotos: Wanderley Costa/Secop Suzano

Iniciativa ocorrerá no Parque Max Feffer, das 9 às 16 horas, com 10 mil doses fracionadas disponíveis


Poá realiza imunização contra a
Febre Amarela neste sábado
na Praça Santo Antônio

Acontece neste sábado (17), na Praça Santo Antônio, no centro, ação de reforço da Campanha de Vacinação contra a Febre Amarela. O atendimento será das 9 às 16 horas. A Secretaria de Saúde Poá iniciou no dia 22 de novembro de 2017 a intensificação na imunização contra a doença e aproximadamente 67 mil pessoas já foram vacinadas. Nenhum caso foi registrado na cidade.
O vice-prefeito e secretário de Saúde, Marcos Ribeiro da Costa, o Marquinhos Indaiá, comentou que é preciso reforçar os cuidados contra a doença. “As pessoas poderão neste sábado comparecer a este posto de vacinação que será montado na Praça Santo Antônio e se imunizar. Podem tomar a dose munícipes a partir dos nove meses de idade, no entanto a vacina não é recomendada para pessoas que estão com baixa imunidade. Para quem esteve doente, depende de avaliação médica”.
A diretora técnica da Vigilância em Saúde de Poá, Fabiani Ferri, explicou que para se vacinar o munícipe precisará apresentar comprovante de endereço e documento de identificação. Ainda segundo ela, quem não puder comparecer este sábado à Praça Santo Antônio, poderá se imunizar de segunda a sexta-feira, a partir das 8 horas, na UBS Tito Fuga (Calmon Viana), UBS Vereador Farid Domingues – CSII (Centro), UBS Wellington Lopes (Jardim América) e UBS Dr. Cypriano Monaco (Nova Poá). “É muito importante não ter pânico. Não há desde 1942, febre amarela urbana, a febre amarela é silvestre e qualquer dúvida em relação à doença as pessoas podem entrar em contato com a Vigilância Epidemiológica do município pelo telefone (11) 4639-9121”.
A febre amarela é uma doença infecciosa febril aguda, causada por um vírus transmitido por vetores artrópodes, que possui dois ciclos epidemiológicos distintos de transmissão: silvestre e urbano. Reveste-se da maior importância epidemiológica por sua gravidade clínica e elevado potencial de disseminação em áreas urbanas infestadas por Aedes aegypti.