Dia D da Campanha Nacional de Vacinação contra o Sarampo será sábado, 15

Alvo: crianças e jovens de 5 a 19 anos, com esquema vacinal em atraso ou incompleto. Quem já tomou as 2 doses não precisa se vacinar

 

PAULO QUARESMA – DO CORREIO INDEPENDENTE * – Mais de 3 milhões de crianças e jovens na faixa etária de 5 a 19 anos devem se vacinar entre 10 de fevereiro e 13 de março, nesta etapa da Campanha Nacional de Vacinação contra o Sarampo – que terá o seu Dia ‘D’ de mobilização neste sábado (15/02). Com o conceito “Mais proteção para a sua família”, a campanha visa sensibilizar pais e responsáveis sobre os riscos de não vacinar seus filhos, reforçando que o sarampo é uma doença grave e que pode matar.

O objetivo da campanha, que faz parte das ações do Movimento Vacina Brasil, do Ministério da Saúde, é ampliar a cobertura vacinal de crianças e jovens, em faixas etárias que ainda não haviam sido convocadas e nem vacinadas, evitando o risco de propagação do sarampo no país.

 

Veja como será a vacinação em Mogi das Cruzes

 

Na cidade, a vacinação será das 8 às 15 horas, em todas unidades do Programa Saúde da Família, nas Unidades Básicas de Saúde do Alto Ipiranga, Jardim Universo, Jundiapeba, Jardim Camila, Ponte Grande e Vila Suíssa e também na edição do Bairro Feliz, que acontece na Escola Municipal Professora Florisa Faustino Pinto, no Jardim Santos Dumont.

Devem ir aos postos ou serem levadas pelos responsáveis, crianças e jovens de 5 a 19 anos de idade com esquema vacinal atrasado ou incompleto – quem já tomou duas doses não precisa tomar. A campanha seletiva teve início no último dia 10 e seguirá até 13 de março.

A vacina tríplice viral protege contra sarampo, rubéola e caxumba. É importante comparecer aos postos de saúde com a carteirinha de vacinação para que um profissional verifique a necessidade de aplicação. Também é preciso levar documento de identidade com foto ou certidão de nascimento (no caso de crianças) e o cartão SIS, se tiver.

O calendário nacional de vacinação prevê a aplicação da tríplice aos 12 meses e também aos 15 meses para reforço da imunização com a tetraviral, que protege também contra varicela. Os bebês com seis meses também devem receber a chamada ‘dose zero’, que não é contabilizada no calendário.

De acordo com o programa de imunização, crianças e adultos de um a 29 anos de idade devem ter duas doses da vacina contra o sarampo no calendário. De 30 até 60 anos, é preciso ter, pelo menos, uma dose no histórico. Não há indicação para pessoas com mais de 61 anos, pois esse público potencialmente teve contato com o vírus, no passado.

Em 2019 foram confirmados 160 casos de sarampo em Mogi das Cruzes e neste ano, até o momento, há três casos confirmados.

 

Febre amarela

Neste sábado, Dia D, os postos de saúde também aplicarão a vacina contra a febre amarela para pessoas a partir de nove meses que ainda não estão imunizadas e também o reforço em crianças de 4 anos. Em caso de dúvida, procure uma unidade de saúde ou entre em contato com a Vigilância Epidemiológica pelo telefone 4798-6768.

 

Postos de Vacinação no Dia D – sábado, 15, em Mogi

– Todas as unidades do Programa Saúde da Família

– UBS Alto Ipiranga

– PA Jardim Universo

– PA Jundiapeba

– UBS Jardim Camila

– UBS Ponte Grande

– UBS Vila Suíssa

– Bairro Feliz na Escola Municipal Professora Florisa Faustino Pinto: rua Nilze Righi Ferreira, 20, Jardim Santos Dumont

 

Em Suzano, serão 23 postos fixos e um volante

A Secretaria Municipal de Saúde de Suzano promove neste sábado (15/02) o Dia D de vacinação contra o sarampo. A mobilização contará com todas as 23 Unidades Básicas de Saúde (UBSs) e de Saúde da Família (USFs) abertas, das 8 às 17 horas, e um posto volante na Estação Suzano da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM), das 9 às 16h30.

O público-alvo são crianças e adolescentes entre 5 e 19 anos, que deverão apresentar a carteira de vacinação para receber a dose da Tríplice Viral (sarampo, caxumba e rubéola), uma vez que a imunização é seletiva, ou seja, direcionada a quem não está em dia com o calendário vacinal.

A Vigilância Epidemiológica de Suzano reforça que o surto da doença ainda está ativo e que a campanha vai até 13 de março em todos os postos de saúde, de segunda a sexta-feira, das 8 horas às 15h30.

______________

Dados nacionais do Sarampo

Em 2019, 9% (526) dos municípios registraram 18.203 casos confirmados e 15 óbitos por sarampo, sendo 14 no Estado de São Paulo e 1 em Pernambuco. Em relação aos casos, São Paulo também registrou o maior número de casos, 16.090 (88,4%) em 259 (49,2%) municípios, seguido dos estados do Paraná, Rio de Janeiro, Pernambuco, Santa Catarina, Minas Gerais e Pará.

Atualmente, nove estados mantêm transmissão ativa do vírus do sarampo, sendo que, em 2020, cinco estados já confirmaram casos: São Paulo (77 casos), Rio de Janeiro (73), Paraná (27), Santa Catarina (22) e Pernambuco (3). Não tendo ocorrido óbitos, até o momento. Os outros quatro estados (PA, AL, MG e RS) ainda não confirmaram casos em 2020, estando em monitoramento devido aos casos ocorridos em 2019.

*Com prefeituras do Alto Tietê, Secretaria de Saúde do Estado e Ministério da Saúde