Covid-19: seminário online discutirá resultado de pesquisas e riscos para idosos

Evento promovido pela Agência Fapesp e pelo Canal Butantan terá a participação de especialistas da área da saúde

 

DE SÃO PAULO – O impacto da pandemia de Covid-19 entre idosos será o tema do 3º Webinar Agência Fapesp e Canal Butantan, que acontece nesta quinta-feira (24), às 17h. Durante o seminário “Covid-19, 60+: que epidemia é essa?” serão apresentados os resultados de estudo soroepidemiológico realizado em instituições de longa permanência e os avanços de outras pesquisas em andamento, além de debatidos os riscos da doença entre a população com mais de 60 anos.

seminário contará com a participação de Dimas Tadeu Covas, diretor do Instituto Butantan e professor da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo (FMRP-USP), e de Alexander Precioso, diretor do Centro de Farmacovigilância, Segurança Clínica e Gestão de Risco do instituto.

Alexander Precioso apresentará no webinar o resultado de um dos grupos-alvo do Estudo Soroepidemiológico da Infecção pelo SARS-CoV-2 em Subgrupos Populacionais no estado de São Paulo, feito pelo Instituto Butantan com idosos que vivem em instituições de longa permanência de Botucatu, no interior de São Paulo.

Teste sorológico

De acordo com o estudo, a soroprevalência para Covid-19 por teste sorológico rápido variou entre as 15 instituições participantes do estudo. Também confirmou a vulnerabilidade das pessoas institucionalizadas para a doença. O inquérito soroepidemiologico foi realizado com uma população de 209 idosos entre 22 de junho e 8 de julho.

O seminário contará ainda com a participação de Paulo Villas Bôas, pesquisador e professor da Universidade Estado Paulista (Unesp), Paulo Rossi Menezes, da Coordenadoria de Controle de Doenças da Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo, e de Yeda Duarte, coordenadora do Estudo Saúde, Bem-Estar e Envelhecimento (SABE), sobre as condições de vida e saúde dos idosos residentes no município de São Paulo.

Mayana Zatz, coordenadora na Universidade de São Paulo (USP) do Centro de Estudos do Genoma Humano e de Células-Tronco (CEGH-CEL), apresentará a conclusão de estudos, iniciados nos anos 2000, que levaram à criação do maior banco genômico da América Latina de população idosa. No âmbito da pesquisa que tem como foco o envelhecimento saudável, Zatz investiga por que grupos de idosos nonagenários e centenários têm resistência à infecção por SARS-CoV-2.

O encontro será transmitido pelo Canal Butantan: www.youtube.com/user/butantaninstituto. Não há necessidade de inscrição. As perguntas podem ser enviadas para o e-mail butantaninstituto@gmail.com.