Corpo de aposentado mogiano, de 75 anos, é encontrado em Ilhabela

 

PAULO QUARESMA – DO CORREIO INDEPENDENTE – Foi encontrado na tarde desta terça-feira (02/07) o corpo do aposentado mogiano, Francisco Giro Shiraishi,  de 75 anos, que estava desaparecido no mar, no Guarujá, na Baixada Santista, desde o dia 25 de junho. O resgate ocorreu em Ilhabela, no Litoral Norte – cerca de 150 quilômetros de distância de onde ele havia desaparecido. Familiares dele reconheceram o corpo.

O barco de alumínio dele havia sido encontrado com o motor engatado e já sem gasolina, no dia 26, em frente a Praia de Pernambuco, Guarujá, quando o seu sumiço se tornou um mistério e começaram as buscas pelo pescador.

Morador do Alto do Ipiranga, ele saiu para pescar na madrugada do dia 25, ficou de voltar por volta das 15h do mesmo dia, o que acabou não acontecendo. O desaparecimento ficou flagrante quando o barco foi encontrado vazio, no dia seguinte. A embarcação foi levada até a praia. A picape Toyota, placas ERJ 7135, e a carretinha, conduzidas por ele para carregar o barco de alumínio, também haviam encontrada nas proximidades, o que aumentou o mistério.

As buscas durante todos esses dias foram feitas por quipes da Capitania dos Portos de Santos e do GBMar, que teve o apoio de um helicóptero Águia, da Polícia Militar. O Navio-Patrulha Gurupi, da Marinha do Brasil, fez uma varredura no mar. Mas o corpo do aposentado acabou sendo encontrado por uma equipe do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio).

 

Foto do aposentado: Reprodução

 

RELEMBRE REPORTAGEM APÓS O DESAPARECIMENTO DO MOGIANO