Mogi monitora 3º caso, Arujá o 1º e Suzano descarta a 3ª suspeita de Covid-19

vDois casos são monitorados no Alto Tietê

 

PAULO QUARESMA – DO CORREIO INDEPENDENTE – No Alto Tietê, a cidade de Suzano descarta o terceiro caso suspeito de Coronavírus na cidade. Enquanto isso, Mogi das Cruzes monitor uma terceira suspeita e Arujá o primeiro caso. As informações são das secretarias de saúde municipais.

Em Mogi, a terceira suspeita da doença é de uma mulher de 31 anos, moradora do bairro do Socorro, que desembarcou em São Paulo de uma viagem que fez por Portugal e Espanha> Logo após sentir os sintomas, ela passou em atendimento em hospital particular da cidade. De acordo com a Secretaria de Saúde de Mogi,  ela está bem e deve se manter em isolamento domiciliar, aguardando resultado de exame. A cidade já havia descartado outros dois casos anteriores.

Em Arujá, a Secretaria de Saúde da cidade monitora a primeira notificação suspeita de coronavírus (COVID-19) do município, registrada na noite de segunda-feira (02/03). A paciente, de 23 anos de idade, passou a apresentar os sintomas no último dia 26, foi atendida no Pronto Atendimento Central e já está em isolamento domiciliar. O material para exame foi coletado e encaminhado ao Instituto Adolfo Lutz, responsável pela análise.

Segundo as informações apuradas pela Vigilância Epidemiológica, a arujaense não fez viagens recentemente, mas atua como auxiliar de operações no Aeroporto Internacional de São Paulo, em Cumbica, Guarulhos e pode ter tido contato com pessoas sintomáticas que estiveram no exterior. Embora esteja bem, a paciente ficará em isolamento até que o resultado dos exames seja informado pelo instituto.
Todos os protocolos estabelecidos pelo Ministério da Saúde estão sendo rigorosamente seguidos pelas equipes, de acordo com a Secretaria Municipal de Saúde. A Pasta já vinha, inclusive, ampliando a comunicação com os estabelecimentos de saúde e hospitais do município e divulgando as dicas de prevenção, que são as mesmas adotadas para outras doenças de transmissão respiratória.
“Trata-se de uma suspeita. As pessoas devem manter a calma, acompanhar as informações nos canais oficiais e evitar as fakes news, que podem gerar pânico e trazer dificuldades ao trabalho de conscientização que precisa ser realizado. A situação segue sob controle e o momento é de tomar os cuidados necessários e prevenir”, pontua a secretária Carmen Pellegrino.
Outras informações podem ser obtidas no Departamento de Vigilância, no telefone 4652 1079, ramal 215.
Já em Suzano, a Secretaria Municipal de Saúde do município informou que foi descartado o terceiro caso suspeito da doença, em uma moradora da cidade, de 25 anos, que chegou da França na semana passada, desembarcando em São Paulo pelo Aeroporto Internacional de Guarulhos. Outras duas suzanenses, que também haviam viajado para a Europa, tiveram os casos suspeitos descartados anteriormente.
O laudo do Instituto Adolfo Lutz, na Capital, laboratório responsável pela análise. foi emitido na manhã desta sexta-feira (06/03).