Coronavírus: 135.430 curados no País, que chega a esta sexta, 22, com 21.048 óbitos e 330.890 casos. Números do Alto Tietê são de quinta, 21

Números do Alto Tietê, oficiais, se mantém os da quinta-feira, 21, e só serão atualizados na próxima semana

 

DE BRASÍLIA – O número de pessoas curadas do Coronavírus no Brasil continua aumentando a cada dia. Nesta quinta-feira (22/05), foram confirmados 135.430 casos de pessoas recuperadas, número que representa 40,9% do total de casos (330.890). Outros 174.412 pacientes seguem em acompanhamento médico. As informações foram atualizadas pelas Secretarias Estaduais de Saúde até as 19h.

A média diária de pessoas curadas do Coronavírus tem se mantido alta, sempre girando em torno de 9 mil casos. Nas últimas 24h, foram 9.470 pacientes curados da doença.

Já em número de casos confirmados da doença, a quinta-feira (22/05) fecha com 330.890 pessoas contaminadas e 21.048 óbitos, sendo que 1.001 foram registrados nos sistemas de informação oficiais do Ministério da Saúde nas últimas 24h, apesar de a maioria ter acontecido em outros dias. Isso porque as notificações ocorrem apenas após a conclusão da investigação dos motivos das mortes. Desse total, 293 óbitos ocorreram, de fato, nos últimos três dias e outros 3.552 estão em investigação.

Do total de casos confirmados, 174.412 (52,7%) estão em acompanhamento e 135.430 (40,9%) foram recuperados. Há ainda 3.552 óbitos sendo analisados.

O Estado de São Paulo se mantém como epicentro da pandemia no país, concentrando o maior número de falecimentos (5.773), seguido pelo Rio de Janeiro (3.657), Ceará (2.251), Pernambuco (2.057) e Pará (1.937).

Além disso, foram registradas mortes no Amazonas (1.669), Maranhão (693), Bahia (399), Espírito Santo (397), Alagoas (280), Paraíba (248), Minas Gerais (201), Rio Grande do Norte (181), Rio Grande do Sul (172), Amapá (157), Paraná (146), Rondônia (106), Santa Catarina (100), Piauí (93), Goiás (93), Distrito Federal (90), Roraima (83), Sergipe (82), Acre (80), Tocantins (49), Mato Grosso (37) e Mato Grosso do Sul (17).

Já em número de casos confirmados, o ranking tem São Paulo (76.871), Ceará (34.573), Rio de Janeiro (33.589), Amazonas (27.038) e Pernambuco (25.760). Entre as unidades da federação com mais pessoas infectadas estão ainda Pará (21.469), Maranhão (17.212), Bahia (12.557), Espírito Santo (9.520) e Paraíba (6.882).

Atualmente, o Coronavírus circula em pouco mais da metade dos municípios brasileiros, mas a maior parte não registra nenhum óbito.

 

Clique e veja situação atualizada do Coronavírus em todo o mundo

 

Desde o primeiro caso no Brasil

Desde o dia 26 de fevereiro, quando o primeiro caso foi confirmado no país, o Governo do Brasil adotou uma série de medidas, junto a estados e municípios, para garantir a estrutura necessária ao atendimento dos pacientes com a doença. Desde então, o Ministério da Saúde não tem medido esforços para adquirir e distribuir Equipamentos de Proteção Individual (EPIs), recursos humanos e financeiros, respiradores e insumos. Entre abril e maio, também foram habilitados 3.810 leitos de UTI voltados exclusivamente para o atendimento de pacientes graves ou gravíssimos por coronavírus.

Atualmente, a doença circula em pouco mais da metade dos municípios brasileiros. Mas a maior parte não registra nenhum óbito.

Grupos de risco

Pessoas acima de 60 anos se enquadram no grupo de risco, mesmo que não tenham nenhum problema de saúde associado. Além disso, pessoas de qualquer idade que tenham doenças pré-existentes, como cardiopatia, diabetes, pneumopatia, doença neurológica ou renal, imunodepressão, obesidade, asma, entre outras, também precisam redobrar os cuidados nas medidas de prevenção ao Coronavírus.


Atualização dos casos

Para manter a população informada a respeito dos casos e óbitos, o Ministério da Saúde atualiza diariamente os dados na plataforma de dados do Coronavírus. O painel traz as informações e permite uma análise do comportamento do vírus com o passar do tempo, além de um gráfico de dados acumulados apontando a curva epidêmica da doença.

 

Situação desta sexta, 22/05/2020 – 19h

▶️ 330.890 diagnosticados com Covid-19
▶️ 174.412 em acompanhamento (52,7%)
▶️ 135.430 recuperados* (40,9%)
▶️ 21.048 óbitos (6,4%)
▶️ Desse total, 293 óbitos ocorreram realmente nos últimos 3 dias
▶️ 3.552 óbitos em investigação óbitos em investigação
*estimativas sujeitas à revisão

 

A plataforma está disponível para livre acesso no endereço: covid.saude.gov.br

Boletim epidemiológico covid-19

Comparação internacional

Na comparação absoluta, de acordo com o mapa da universidade dos Estados Unidos Johns Hopkins, o Brasil passou a Rússia (326.448) e agora ocupa a segunda posição no número de casos confirmados, atrás apenas dos Estados Unidos (1,596 milhão). Já em número de mortes o país segue na sexta colocação, atrás de França (28.218), Espanha (28.628), Itália (32.616), Reino Unido (36.475) e Estados Unidos (95.847).

Como o Brasil possui uma população maior que parte destes países, na avaliação de indicadores proporcionais, a posição no ranking desce. De acordo com o Ministério da Saúde, até quinta-feira (21/05) o país era o 55º em incidência de caso (número de caso em relação à população) e o 28º em mortalidade (quantidade de falecimentos em relação à população).

_________

Números oficiais das 12 cidades do Alto Tietê Condemat são os da quinta-feira, 21 de maio

 

PAULO QUARESMA – DO CORREIO INDEPENDENTE * – Dezessete mortes foram registradas nesta quinta-feira (21/05) na na área das 12 cidades do Alto Tietê – Condemat – Consórcio de Desenvolvimento dos Municípios do Alto Tietê –  (que corresponde as 10 cidades da região geográfica, mais Guarulhos e Santa Branca), entre o balanço do fim da tarde da quarta-feira (20/05) com o desta quarta-feira (21/05), elevando de 415 para 432 o total de vítimas fatais pela doença. Os dados são das Vigilâncias Epidemiológicas de cada município e atualizados pelo consórcio.

O Condemat representa o Alto Tietê geográfico – Arujá, Biritiba Mirim, Ferraz de Vasconcelos, Guararema, Itaquaquecetuba, Mogi das Cruzes, Poá, Salesópolis, Santa Isabel e Suzano – além de Guarulhos e Santa Branca – região onde vivem cerca de três milhões de pessoas.

Se contamos somente as dez cidades do Alto Tietê geográfico (exceto Guarulhos e Santa Branca, que juntas têm 192 mortos), o número de vitimas fatais pela doença chega a 241.

 

Casos registrados nos 12 municípios nesta quinta

Desde março, quando surgiu o primeiro caso da doença, e até esta quinta-feira (21/05), o número oficial de pessoas infectadas por Covid-19 nos 10 municípios do Alto Tietê, mais Guarulhos e Santa Branca, que compõem a área do Condemat, chega a 15.103 notificações. Dessas, 6.221 foram descartadas. Os casos confirmados chegam a 3.948, enquanto 2.537  ainda aguardam resultados de exames laboratoriais e outros 2.397 são considerados casos leves da doença, sem coleta de material biológico.

Entre os casos confirmados da doença, 2.171 pacientes estão recuperados, enquanto 433 morreram,

 

Região tem 2.171 recuperados do Coronavírus, 55%

O índice de recuperação entre os pacientes infectados pelo coronavírus chega a 55% nas 12 cidades do Alto Tietê, área do Condemat. Dos 3.948 casos confirmados da doença até essa quinta-feira (21/05), 2.171 são considerados curados. Há, ainda, 1.344 pessoas que permanecem internadas ou em isolamento domiciliar.

O alerta, porém, fica com os 11% de contaminados que vieram a óbito, o que corresponde a 433 pessoas nas 12 cidades da região. As cidades aguardam, também, os laudos de 434 óbitos suspeitos.

 

Os mortos desta quinta-feira, dia 21

De acordo com planilha do Condemat, as 18 mortes registradas nesta terça-feira foram detalhadas desta forma:

Arujá – (homem – 48 anos);

Ferraz de Vasconcelos – (mulher – 88 anos);

Guarulhos – (mulher – 76 anos, mulher – 69 anos, mulher – 81 anos e homem – 72 anos);

Itaquaquecetuba – (mulher – 53 anos, mulher – 60 anos, mulher – 76 anos, homem – 73 anos e homem – 70 anos).

Mogi das Cruzes – (homem – 89 anos, homem – 79 anos e mulher – 59 anos);

Santa Isabel – (homem- 69 anos)

Suzano – (homem – 70 anos e mulher – 63 anos).

 

No topo do ranking regional, as cidades com mais vítimas fatais entre as 12 do Alto Tietê-Condemat são Guarulhos (196), Mogi das Cruzes (56), Itaquaquecetuba (52), Suzano (44) e Ferraz de Vasconcelos (32).

Ranking de mortos no Alto Tiete

Guarulhos – 191 mortos
Mogi das Cruzes – 56
Itaquaquecetuba – 51
Suzano – 43
Ferraz de Vasconcelos – 32
Poá – 19
Arujá – 15
Santa Isabel – 15
Guararema – 5
Salesópolis – 3
Biritiba Mirim – 2
Santa Branca – 1 

Total – 433 mortos

 

  Ranking de infectados no Alto Tiete

Guarulhos – 1.572 infectados
Mogi das Cruzes – 728
Suzano – 427
Itaquaquecetuba – 380
Ferraz de Vasconcelos – 247
Arujá – 192
Poá – 156
Santa Isabel – 83
Biritiba Mirim – 35
Guararema – 31
Salesópolis – 10
Santa Branca – 7
Total – 3.721 casos confirmados

 

  Ranking de pacientes curados no Alto Tiete

Guarulhos – 1.023 recuperados
Mogi das Cruzes – 379
Suzano – 248
Itaquaquecetuba – 185
Arujá – 158
Santa Isabel – 60
Ferraz de Vasconcelos – 52
Poá – 35
Guararema – 17
Biritiba Mirim – 20
Salesópolis – 4
Santa Branca – 0
Total – 2;171 recuperados

 

Clique e veja planilha completa do Coronavírus nas 12 cidades do Alto Tietê- 21/05/2020 

_________

*Com informações do Condemat, Agência Brasil e Ministério da Saúde