Com mais de 2,4 mil vagas, Mogi supera saldo do Caged de 2017

Número empregos criados de janeiro a setembro deste ano em Mogi das Cruzes superam 2017 inteiro

Mogi das Cruzes registrou de janeiro a setembro deste ano, um saldo positivo de 2.444 novas vagas de emprego com carteira assinada no Caged – Cadastro Geral de Empregados e Desempregados do Ministério do Trabalho. O número é superior ao saldo final de 2017, quando a cidade criou 1.621 vagas e foi a 23ª cidade que mais gerou emprego no País, segundo dados do Caged. Em setembro, o saldo foi de 623 novas contratações.

O setor de serviços registrou o maior número de contratações com 345 novas vagas, seguido pela indústria com 120 contratações e o comércio com 104 novas oportunidades. “Mogi se destaca por ter uma economia forte com segmentos diferentes e bem consolidados. Este é um reflexo positivo do reaquecimento da economia, mas, principalmente, do trabalho que temos feito para atrair novos investimentos para a cidade”, destacou o prefeito Marcus Melo.

Neste ano, até o mês de setembro, o Emprega Mogi, da Prefeitura de Mogi das Cruzes, intermediou a contratação de 2.707 profissionais, incluindo 57 pessoas com deficiência e 109 jovens pelo Programa Jovem Cidadão. Na semana passada, a equipe do programa participou da integração dos 60 profissionais selecionados pelo programa, que atuarão em uma nova unidade de uma renomada rede de lanchonetes na cidade. Outros 135 profissionais também iniciarão as atividades em uma nova rede de supermercados da cidade no próximo mês.

Com três postos na cidade, o Emprega Mogi realiza um trabalho de mão dupla, atuando tanto na captação de vagas junto às empresas da cidade como na seleção de profissionais. Estão em aberto 157 vagas, como oportunidades para assistente comercial, supervisor de cobrança, alinhador e montador de suspensão, mecânico, entre outros. As vagas atualizadas em tempo real no site da Prefeitura de Mogi das Cruzes.

Além das oportunidades de emprego, a Prefeitura tem estimulado a atração de novos empreendimentos para a cidade, como iniciativas como o Promae – Programa Mogiano de Atração de Investimentos e Geração de Empregos (Promae), que estabelece novas diretrizes e concede benefícios e incentivos fiscais e tributários para empresas que venham se instalar ou as instaladas no município que estejam em processo de expansão e a Plataforma Investe Mogi, que possibilita o cadastro e a divulgação de áreas disponíveis na cidade para a instalação de novas empresas.

A cidade também se transformou em uma referência para o empreendedorismo de inovação e a tecnologia, com a consolidação de um ecossistema de inovação, formado pelo Polo Digital de Mogi das Cruzes, o Conselho Municipal de Inovação e Tecnologia e o Fundo Municipal de Inovação e Tecnologia. “São números importantes para nossa cidade, que demonstra o crescimento e o potencial da economia mogiana. A Prefeitura de Mogi das Cruzes tem se empenhado em atrair novas empresas, gerando mais desenvolvimento e empregos em nossa cidade”, disse o secretário de Desenvolvimento Econômico e Social, Clodoaldo de Moraes.

Foto: Guilherme Berti/PMMC