Com mais 17,8 mil pessoas, as dez cidades do Alto Tietê têm 1.670.651 habitantes, aponta estimativa do IBGE. Mogi é a mais populosa

Segundo o IBGE, Mogi das Cruzes foi o município que mais ganhou habitantes (4.943), enquanto Salesópolis o que menos cresceu (113)

 

PAULO QUARESMA – DO CORREIO INDEPENDENTE – O IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) divulgou nesta quinta-fera (27/08) as estimativas das populações residentes nos 5.570 municípios brasileiros, com data de referência em 1º de julho de 2020. Nessa data, a população do Brasil chegou a 211,8 milhões de habitantes, crescendo 0,77% em relação a 2019.

Nas dez cidades do Alto Tietê – sub-região Leste da Grande São Paulo, segundo o instituto, houve um aumento de 17.878 habitantes entre a estimativa de 2.019 e a deste ano. Nenhum dos municípios da região chegou ainda à cifra de 500 mil habitantes. Mogi das Cruzes é a mais próxima desse valor.

No geral, as dez cidades do Alto Tietê tiveram um aumento de 1,08% da estimativa de 2.019, quanto o número de habitantes era de 1.652.773 para a atual, de 1.670.651. Esse crescimento é maior que a média nacional, que foi de 0,77%.

Mogi das Cruzes continua sendo a cidade mais populosa da região, com 450.785 habitantes, seguida de  Itaquaquecetuba, com 375.011, e Suzano com 300.559; na quarta colocação regional está Ferraz de Vasconcelos, com 196.500 habitantes, depois vem Poá, com 118.349; em sexto está Arujá, com 91.157 habitantes, seguida de Santa Isabel, com 57.966, em oitavo Biritiba Mirim com 32.936, em nono Guararema com 30.136 e, em décimo e último, Salesópolis, com 17.252 habitantes.

A cidade que mais cresceu em população na região foi Arujá, com aumento de 1,48%, seguida por Ferraz de Vasconcelos (1,14%), Guararema (1,13%), Itaquá (1,12%), Mogi das Cruzes (1,10%), Biritiba Mirim (1,03%), Santa Isabel (1,01%), Suzano (0,98%), Poá (0,76%) e, em último, Salesópolis, com crescimento de apenas 0,65% – abaixo da média nacional.

O último censo (contagem real da população) foi feito em 2.010. De lá para cá, a cada ano, o IBGE faz o cálculo e o método baseia-se na projeção da população estadual e na tendência de crescimento dos municípios, delineada pelas populações municipais captadas nos dois últimos Censos Demográficos (2000 e 2010) e ajustadas.

 

País

De acordo com a estimativa do IBGE, a população do Brasil chegou a 211,8 milhões de habitantes, crescendo 0,77% em relação a 2019. O município de São Paulo continua sendo o mais populoso, com 12,3 milhões de habitantes, seguido pelo Rio de Janeiro (6,75 milhões), Brasília (3,05 milhões) e Salvador (2,88 milhões)

Já o Estado de São Paulo continua o mais populoso do País, com 46,3 milhões de habitantes, concentrando 21,9% da população total do país, seguido de Minas Gerais, com 21,3 milhões de habitantes, e do Rio de Janeiro, com 17,4 milhões de habitantes.

 

Estimativa de população do Alto Tietê

 Cidade População 2019 População 2020 Diferença
Arujá 89.824 91.157 1.333
Biritiba Mirim 32.598 32.936 338
Ferraz de Vasconcelos 194.276 196.500 2.224
Guararema 29.798 30.136 338
Itaquaquecetuba 370.821 375.011 4.190
Mogi das Cruzes 445.842 450.785 4.943
Poá 117.452 118.349 897
Salesópolis 17.139 17.252 113
Santa Isabel 57.386 57.966 580
Suzano 297.637 300.559 2.922

Totais                                                1.652.773                      1.670.651                              17.878 

Fonte: Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE)

 

LEIA TAMBÉM