Arujá: exposição “Cidade Natureza” inaugura Museu Municipal Umbelina Ferreira Barbosa

DE ARUJÁ – A Prefeitura de Arujá inaugura nesta sexta-feira (20/09), às 19 horas, o Museu Municipal Umbelina Ferreira Barbosa, na Rua Major Benjamim Franco, 15, no Centro da do município, integrando do Alto Tietê – região que ocupa a porção leste da Grande São Paulo. O espaço foi viabilizado após o município ser contemplado pelo Programa de Ação Cultural do Estado de São Paulo (ProAC), com recursos de Besni e Tower Automotive e apoio das empresas Cozil, BJ Seg e Tintas São Miguel. Durante a tarde, o diretor-geral e responsável pela Secretaria Municipal de Cultura e Turismo, Joncy Silva, fez uma vistoria no local. “Estamos acertando apenas os últimos ajustes deste espaço que trará muito orgulho à população arujaense. O museu é um projeto muito importante e todos irão gostar”, disse. O espaço será administrado pela Secretaria Municipal de Cultura e Turismo. Será entregue com a exposição “Cidade Natureza”, do fotógrafo Thiago Sapienza, que permanecerá em cartaz até dezembro. O funcionamento será de terça a sexta-feira, das 9 às 16 horas.
Fotos: Prefeitura de Arujá / Divulgação

Ler mais

Arujá: sexta-feira, dia 20, tem Feira de Diversidade Cultural no Casarão das Artes

DE ARUJÁ – Estudantes de administração que atuam na Prefeitura de Arujá – uma das cidades do Alto Tietê – região que ocupa a porção leste da Grande São Paulo – farão uma feira de diversidade cultural no próximo dia 20 de setembro, no Casarão das Artes, das 9h30 às 11 horas e das 15 às 16h30. O projeto faz parte do Programa Jovem Aprendiz, gerido pela Secretaria Municipal de Assistência Social e que prevê ações como estas, por meio de contrato com o Centro de Integração Empresa Escola (Ciee).

Ler mais

Em Arujá, Frente de Trabalho terá seleção de terça a quinta, 17 a 19

DE ARUJÁ – A Secretaria de Assistência Social de Arujá fará entre terça e quinta-feira (17 a 19/09) uma seleção pública para o Programa Emergencial Auxílio ao Desemprego, a Frente de Trabalho. O atendimento será das 8h30 às 16 horas nos Centros de Referência da Assistência Social (CRASs) do Parque Rodrigo Barreto, Jardim Cerejeiras e Centro. Pode participar qualquer cidadão que reside em Arujá há no mínimo 12 meses, está desempregado há mais de um ano, tem renda familiar de até dois salários mínimos (o interessado não pode ter qualquer participação neste rendimento), não esteja recebendo seguro-desemprego e possui condições físicas e mentais para executar as tarefas do programa. Apenas uma pessoa de cada núcleo familiar pode inscrever-se. Será necessário apresentar RG, CPF, comprovante de endereço e Número de Identificação Social (NIS) com Cadastro Único atualizado. Maior tempo desempregado, mulher arrimo de família, maior número de filhos menores de 18 anos ou com deficiências físicas ou mentais e mais tempo vivendo em Arujá são os critérios de desempate. O edital completo com regras para participação na Frente de Trabalho pode ser acessado no Diário Oficial Eletrônico da Prefeitura, de 13 de setembro. O link para acesso é www.diariooficial.prefeituradearuja.sp.gov.br.

Bolsas

As bolsas do programa são para vagas atuais e as que vierem a aparecer. São concedidas pelo prazo de 12 meses, podendo ser prorrogado por igual período. A carga horária é de 30 horas semanais e o valor é de R$ 700, já com o reajuste instituído pela Lei Municipal 3.199, de 2 de setembro, de autoria da Prefeitura e aprovada pela Câmara de vereadores. Além do trabalho, os beneficiários participarão de atividades de capacitação ocupacional e cidadania.

Serviço

O CRAS Barreto está localizado na Avenida Armando Colângelo, 1.584, enquanto o do Centro fica na Avenida dos Expedicionários, 1.816, ao lado do Posto de Atendimento ao Trabalhador (PAT). Já o do Jardim Cerejeiras é dentro da Estação Cidadania, na Rua Sango Matsuzaki, 125.

Ler mais

Arujá debate obras de duplicação de trecho da Mogi-Dutra, SP 088

DE ARUJÁ – As obras em andamento para a duplicação da Rodovia Mogi-Dutra (SP-088) no trecho de Arujá foram o tema de reunião do prefeito José Luiz Monteiro e os vereadores Ana Poli e Gabriel dos Santos com técnicos do Departamento de Estradas de Rodagem (DER), responsável pela obra, nesta quinta-feira (12/09), em São Paulo. Foram pauta da reunião acessos aos bairros às margens da Rodovia, para não prejudicar os moradores da região, uma ligação direta à Rodovia Presidente Dutra (BR-116), impedindo que o tráfego sentido São Paulo passe por dentro da cidade, além de correções no traçado e a inexistência de audiência pública anterior ao início da obra. “O pessoal do DER comprometeu-se a vir a Arujá, nos próximos dias, para uma nova reunião e uma vistoria técnica da obra. Sabemos da importância da duplicação, mas o progresso não pode interferir negativamente na vida de centenas de famílias ou piorar a fluidez de trânsito na entrada da cidade”, afirmou o prefeito. A duplicação recebe investimento de 121,94 milhões do Banco Mundial e compreende do quilômetro 32 ao 39,4 da Rodovia. Autora de requerimento solicitando uma audiência pública sobre a obra e presidente da Comissão Permanente de Obras, Serviços Públicos, Planejamento e Meio Ambiente da Câmara, a vereadora Ana Poli afirmou que a presença de moradores na vistoria técnica dos próximos dias é fundamental. “Recebo muita gente que mora naqueles bairros e o pessoal da Chácara Vertentes, por exemplo, não tem informações sobre acesso e retorno para o bairro depois da duplicação”, afirmou. Participaram da reunião o secretário de Obras, Ciro Doi, o diretor de Trânsito e secretário adjunto de Serviços, Lairton Esteves, o assessor jurídico da Prefeitura e Diego Lopes. Do DER, estiveram presentes os diretores de Operações, Deni Loretti; Engenharia, Adevilson Maia; da Região 10, Mauro Cardoso, além do assessor técnico Rafael Baranelli.

Ler mais