Casa é roubada na Vila Oliveira e no confronto PM mata um e prende outro

Até um helicóptero Águia da Polícia Militar participou das buscas, que terminaram com um morto e um ferido. Dupla invadiu duas casas

 

ANA CLÁUDIA CARELLI – DO CORREIO INDEPENDENTE – Um roubo em uma casa na Vila Oliveira, bairro de classe alta de Mogi das Cruzes, cidade do Alto Tietê (região leste da Grande São Paulo), na tarde desta quarta-feira 04/12), contou com um dos helicópteros Águia, da Polícia Militar, na busca pelos suspeitos, que terminou com um deles morto e o outro preso.

Segundo informações do 17° Batalhão da Polícia Militar (BPM/M), com sede na cidade, por volta das 13h35 a corporação recebeu a chamada do roubo em uma casa de luxo na Rua Agnello Marchi.

Ainda de acordo com a PM, a dupla de suspeitos, que estava em uma motocicleta roubada, invadiu a residência quando as vítimas entravam para estacionar o carro na garagem. Nesse momento eles também entraram com a moto, sem que houvesse tempo de fechamento do portão. Lá dentro foram rendidas uma empresária, a mãe dela, de 70 anos, e uma filha. Elas foram abordadas pelos criminosos que estavam com armas de fogo. Os dois conseguiram dominar as vítimas e levar uma maleta com jóias e bijuterias.

Na sequência os criminosos conseguiram fugir, pulando muros e passando sobre telhados vizinhos, e invadiram uma outra residência, na Rua Emílio Zapille, uma via paralela com a do local do primeiro ataque.

Quando foi abordada, a empresária falava ao telefone com uma amiga, e avisou que havia dois estranhos na rua. A amiga avisou o marido da vítima do que acontecia e ele acionou a polícia.Foi o fim de linha para os suspeitos. A Polícia Militar chegou, cercou toda a área e eles foram localizados. Um deles, Gustavo Marques de Freitas, de 22 anos, estava com arma quando foi surpreendido pela PM escondido na lavanderia de uma casa da Emílio Zapille. Foi dada ordem para que ele largasse o revólver, mas ele atirou contra os policiais, que revidaram e ele morreu. O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) foi acionados pelos PMs, mas quando chegaram constataram a morte do suspeito.

O outro suspeito, Cauã Kenned de Oliveira Moura, de 19 anos, tentou fugir, mas acabou preso. A Polícia Civil requisitou uma perícia técnica nos dois imóveis, o das vítimas e o onde eles foram encurralados e encontrados pela polícia.

O helicóptero Águia 9,  prefixo PP – EOW, da PM, foi acionado e prestou auxílio para as muitas viaturas em terra que atenderam a ocorrência. Segundo a PM, todos os objetos roubados foram recuperados e foram jogados pelos suspeitos em um terreno baldio nas proximidades.

Segundo um popular, que não quis se identificar, era praticamente “um exército” naquele trecho da Vila Oliveira. “Em bairro de bacana é assim mesmo, tudo é rápido e com muitas viaturas e policiais”, disse. Sem dar nome a outros bairros, ele disse que essa mesma eficiência e rapidez deveria ser utilizada em outros locais da cidade.

Já moradores da Vila Oliveira atribuem essa rapidez pela união que eles têm, em acionar autoridades nos mais diversos casos de emergência, com a utilização do telefone e de aplicativos como o WhatsApp.