Carreata do Agasalho 2019 está reagendada para o dia 17 de julho

Evento seria quinta na, 4, mas por causa das chuvas foi adiado. Carreata vai recolher roupas e agasalhos

 

DE MOGI DAS CRUZES – A Carreta do Agasalho 2019, que teve de ser suspensa nesta quinta-feira (04/07) em razão da chuva, foi reagendada para o dia 17 de julho – uma quarta-feira. Nesta data, portanto, a equipe do Fundo Social de Mogi das Cruzes, ao lado de atiradores do Tiro de Guerra e funcionários de Secretarias Municipais, percorrerão ruas de Cezar de Souza, Mogilar e Vila Industrial, arrecadando peças de roupa para a Campanha do Agasalho.

“Não podíamos deixar de fazer a carreata, porque ela realmente nos ajuda muito com as arrecadações. Já estamos nas últimas semanas da campanha e conseguimos um volume considerável, mas precisamos de reforços, especialmente de roupas infantis e masculinas”, destacou a presidente do Fundo Social, Karin Melo.

A concentração será às 8 horas no Tiro de Guerra, onde a equipe do Fundo Social servirá um café da manhã para os atiradores. A previsão é que as 9 horas a carreata tenha início, em Cezar de Souza. Já no período da tarde, a partir das 14 horas, serão percorridas ruas do Mogilar e depois Vila Industrial. O evento deve se encerrar às 17 horas.

Tradicionalmente, a carreata resulta em um grande volume de arrecadações, o que reitera a solidariedade do povo mogiano. Tudo o que é arrecadado passa por um processo de triagem, para depois ser encaminhado às cerca de 200 entidades cadastradas junto ao Fundo Social de Solidariedade.

A Campanha do Agasalho tem por meta arrecadar milhares de roupas e peças de frio, incluindo cobertores, que serão distribuídas a famílias em situação de vulnerabilidade da cidade na época do inverno.

Cerca de 200 postos de arrecadação são distribuídos pela cidade, em pontos estratégicos, como unidades de ensino, supermercados, comércios, igrejas e prédios da Prefeitura de Mogi das Cruzes.

Paralelamente, o Fundo Social mantém uma estrutura de separação e montagem de kits de roupas, no Tiro de Guerra. Na sequencia, os kits são encaminhados às cerca de 200 entidades cadastradas junto ao Fundo Social. Este processo faz com que a distribuição seja rápida e também que os kits cheguem àqueles que efetivamente mais necessitam. Isso porque as entidades atuam diretamente nas comunidades, portanto conhecem bem a realidade de cada local.

Quem quiser participar da Campanha do Agasalho pode procurar um dos pontos de arrecadação ou então entrar em contato direto com o Fundo Social, pelo telefone 4798-5143.

Foto: Guilherme Berti / PMMC