Cabo Nilton Geia, do 17° Batalhão de Mogi – que salvou criança afogada em piscina, é um dos policiais Nota 10

Policial militar foi homenageado pelo salvamento de uma criança e civis reconhecidos pela prisão de dois autores de homicídio ocorrido em Guarulhos

 

DE SÃO PAULO – O governador João Doria e o secretário da Segurança Pública, general João Camilo Pires de Campos, homenagearam, nesta segunda-feira (17/02), um policial militar e três civis da região metropolitana de São Paulo com o certificado “Policial Nota 10”. Ao todo, receberam o certificado 16 policiais militares, 11 civis e dois técnico-científicos da Capital, Grande São Paulo e das regiões de São José dos Campos, Santos, Piracicaba e Araçatuba.

Em sua décima terceira edição, a iniciativa, criada pela Secretaria da Segurança Pública, tem como objetivo reconhecer e estimular o bom trabalho policial em todo o Estado de São Paulo. A solenidade aconteceu no Palácio dos Bandeirantes, localizado na zona oeste da capital paulista.

Representando a Polícia Militar foi homenageado o cabo Nilton Geia, de 51 anos, do 17° Batalhão de Polícia Militar Metropolitano (BPM/M), sediado em Mogi das Cruzes. Ele foi condecorado pelo salvamento de uma criança, vítima de afogamento em piscina, no dia 9 de janeiro, em uma residência na cidade.

Na ocasião, o PM estava trabalhando na Base Taiaçupeba, quando foi solicitado por uma adolescente informando o ocorrido. Rapidamente o policial foi até o local, uma residência na Rua Antônio Pinheiro Nobre, e viu a criança deitada na sala, sem os sinais vitais aparentes. “Quando cheguei na residência, os familiares estavam todos desesperados, a única coisa que pensei naquele momento era em agir para salvar aquele menino”, explicou.

Geia iniciou os procedimentos de ressuscitação cárdio pulmonar e orientou a família a acionar o Samu. Após alguns instantes, o menino, de um ano e oito meses, voltou a respirar e os batimentos cardíacos retornaram. A criança foi socorrida ao Hospital das Clínicas Luzia de Pinho Melo, no Mogilar, onde permaneceu internada com vida. “Quando a criança voltou a respirar, toda a família me agradeceu, até me emociono em lembrar”, contou.

O cabo atua no Batalhão há 18 anos, já foi homenageado por outras ocorrências, mas essa será a primeira vez que irá receber o certificado de “Policial Nota 10”. “Foi uma surpresa quando recebi a notícia que seria homenageado, foi muito agradável, fiquei muito orgulhoso. Contei para toda a minha família e até já pedi para fazerem uma farda nova para o evento. Amo a minha profissão. Estou muito feliz por essa homenagem”, finalizou.

 

Foto: Divulgação