Bancos: cuidado com golpes ou fraudes nesse período de Coronavírus

Aproveitadores e golpistas aproveitam para aplicar golpes

 

DE BRASÍLIA – Muitos clientes de bancos estão sem sair de casa em todo o País por conta da situação de epidemia causada pelo novo Coronavírus (Covid-19). Com esse cenário, é importante que os consumidores estejam atentos para não cair em golpes ou fraudes. O alerta é da Caixa Econômica Federal, diante das denúncias de aproveitadores.

Para ilustrar uma das táticas mais utilizadas pelos golpistas, o banco detalha como é a ação dos estelionatários:

Muita atenção ao golpe do motoboy, em que o criminoso liga se passando por um funcionário do banco ou da administradora de cartões, inclusive, informando os dados verdadeiros do cliente para passar credibilidade.

O criminoso afirma que o cartão foi clonado ou que há compras suspeitas, sendo necessário o cancelamento do cartão. Para efetuar o cancelamento, orienta o cliente a digitar alguns dados no telefone, entre eles a senha do cartão, e para concluir o cancelamento, orienta a cortar o cartão ao meio que um motoboy irá buscar o cartão supostamente destruído, para segurança da operação.

Com os dados do cliente, a senha e o chip em mãos, os golpistas fazem diversas compras no cartão, gerando prejuízos de milhares de reais.

 

 Diante do perigo, Caixa listou algumas dicas de prevenção:

  1. Caso você desconfie de alguma ligação vinda da Caixa, desligue o telefone e retorne para a Central de Atendimento Cartões Caixa, ligando de outro número de telefone. Os números podem ser encontrados no site da Caixa ou no verso do seu cartão.

  1. Fique atento se for solicitado o recolhimento de cartões: a Caixa nunca recolhe cartões bancários, mesmo que inutilizados. Também não é uma prática do banco pedir que o cliente digite ou informe​ senhas.
  1. Se precisar jogar fora um cartão, destrua-o completamente, cortando seu chip ao meio, e nunca o entregue a ninguém.

Com a adoção dessas medidas simples, podem ser evitados vários transtornos. É necessário muito cuidado antes de informar dados pessoais ou bancários na internet, além de se certificar de que está acessando páginas confiáveis.

A Caixa não recolhe cartões destruídos. No caso de ligações oferecendo motoboy para buscar o cartão na residência, desconfie e não forneça nenhuma informação. Não confirme dados como número de cartão e CVC (código de verificação de cartão) quando solicitado e também não clique em links enviados em nome da Caixa. A instituição não envia links por e-mail, SMS ou WhatsApp.

O mesmo ocorre com todos os outros bancos – que não enviam motoboys para as residências dos clientes, e muito menos ligam para suas casas.

Caso perceba algo estranho ou duvidoso em nome da Caixa, entre em contato através do endereço: abuse@caixa.gov.br.