Avião pequeno, com piloto-aluno e instrutor, cai em valeta após decolagem falhar no Aeroclube do Hiroy, em Biritiba Mirim

Aeronave não subiu e caiu em valeta durante tentativa frustrada de decolagem no aeroclube de Biritiba, por volta das 11h desta quarta, 24

 

PAULO QUARESMA – DO CORREIO INDEPENDENTE – Uma aeronave de pequeno porte teve um problema no momento da decolagem, por volta das 11h da manhã desta quarta-feira (24/06) no Aeroclube de Biritiba Mirim, cidade do Alto Tietê – região de Mogi das Cruzes, que ocupa a porção leste da Grande São Paulo. O avião estava na fazenda Hiroy, às margens da Rodovia Professor Alfredo Rolim de Moura (SP-088), a Mogi-Salesópolis, na altura do km 18, no Jardim Real.

Parte da mídia noticiou que o avião havia caído, mas na verdade ele nem chegou a sair do chão. No momento da tentativa frustrada de decolagem, estavam na aeronave apenas o piloto-aluno e um instrutor. O comunicado do acidente foi feito às 11h08 pelo Corpo de Bombeiros, que informava que a queda foi durante uma tentativa frustrada de decolagem e teve uma excursão (saída) de pista e caiu em uma valeta.

O avião, um um monomotor fabricado pela Pipe Arircract, com a matrícula PTIZO, pertence ao Aeroclube de São Paulo. De acordo como a Anac (Agência Nacional de Aviação Civil), a documentação da aeronave está regular. Mas, ainda segundo a agência, esta é a segunda ocorrência do gênero nos últimos meses com aeronaves do aeroclube paulistano. Em maio, um avião de pequeno porte capotou no Aeroporto do Campo de Marte, na zona norte da Capital paulista.

Depois do meio dia, o 17° Grupamento do Corpo de Bombeiros de Mogi das Cruzes, que enviou 3 viaturas para o local, confirmou que o monomotor caiu em valeta após tentativa frustrada de decolagem, que não houve fogo e nem vítimas e que, em razão disso, não precisaram intervir. A ocorrência foi registrada no Distrito Policial de Biritiba Mirim.

A reportagem do CORREIO INDEPENDENTE entrou em contato com o Cenipa (Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos), da Força Aérea Brasileira, e questionou se esse tipo de incidente entra na lista de investigação do órgão, mas não obteve resposta.

Veja a nota oficial do Aeroclube de São Paulo, responsável pelo avião

O Aeroclube de São Paulo vem informar e tranquilizar o público geral e a comunidade aeronáutica sobre uma ocorrência na manhã desta quarta-feira. Uma de nossas aeronaves realizava missão de instrução de voo no aeródromo Fazenda Irohy, localizado no município de Biritiba-Mirim (SP) quando sofreu um incidente e teve uma excursão (“saída”) de pista. Não houve queda da aeronave.
Piloto-aluno e instrutor não sofreram ferimentos e estão bem. As circunstâncias da ocorrência já estão sendo investigadas pelas autoridades aeronáuticas, administração aeroportuária e pela área de Segurança Operacional de nossa instituição.
Após cumpridos os procedimentos necessários pelo órgão de investigação, nossa aeronave será removida e o aeródromo liberado.
*Diretoria Executiva* Aeroclube de São Paulo

________

Foto: Balanço Geral / Record TV / Reprodução